Como saber se o nosso filho tem tolerância à frustração

Sinais que indicam que a criança sabe administrar bem a frustração

Vilma Medina

Vilma Medina

As crianças custam a aceitar que as coisas nem sempre saiam como elas querem. No entanto, na infância a criança tem que aprender a administrar as emoções negativas que as mudanças de plano ou os erros cometidos possam provocar. 

7 sinais que indicam que a criança pode administrar a frustração

como-saber-se-o-nosso-filho-tem tolerância-frustração A 

Aprender a tolerar a frustração é básico na infância e será fundamental tanto para o desenvolvimento da inteligência emocional como para não sofrer inutilmente. Silvia Álava, psicóloga infantil, nos explica quando podemos considerar que o nosso filho já tenha adquirido uma boa tolerância à frustração.

1. Quando algo não lhe sai bem, ele não grita, não dá chutes, não chora, ou pelo menos se o fizer será por um breve espaço de tempo. 

2. Se algo não tenha saído muito bem alguma vez, ele não evita essa situação, e volta a tentá-lo. 

3. Quando a gente manda que faça alguma coisa que não quer, ele não fica de birra. 

4. Cada vez protesta menos em relação ao que não gosta e suas queixas vão diminuindo

5. É capaz de escutar com atenção ainda que não lhe interesse muito. 

6. Se estiver brincando com crianças mais velhas, ele se esforça para estar no nível delas e não utiliza o ‘ser menor’ para que lhe deixem ganhar. 

7. É capaz de esperar, pelo menos um minuto para que atenda o seu chamado. 

Silvia Álava Sordo

Psicóloga

Como as crianças podem superar a frustração

Como as crianças podem superar a frustração

A frustração não é ruim para as crianças nem prá ninguém. Pelo contrário, ajuda a criança a se dar conta de que tudo bem não alcançar nosso objetivo na primeira tentativa. A criança poderá tentar uma, duas, três vezes. Incentive ao seu filho a não desistir na primeira tentativa. Como fazê-la entender que ela não conseguirá tudo o que quer ou deseja.

Saber dizer NÃO também educa as crianças

Saber dizer NÃO também educa as crianças

Dizer ‘NÃO’ também educa, sobretudo se os pais fizerem isso bem quando ainda são bem pequenos e com firmeza para que não perca autoridade. A tolerância a frustrações é um valor que se aprende e que os pais devem alimentar.

A Síndrome do Imperador ou de crianças mandonas

A Síndrome do Imperador ou de crianças mandonas

A Síndrome do Imperador é um fenômeno em crescimento na nossa sociedade moderna, essa sociedade do bem estar que tem como um dos seus efeitos secundários o aumento de crianças e adolescentes emocionalmente frágeis. Crianças e adolescentes que desenvolvem transtornos de conduta, como este, incapazes de tolerar a frustração, rebeldes, impulsivas e explosivas.

10 conselhos para ajudar crianças envergonhadas

10 conselhos para ajudar crianças envergonhadas

A vergonha faz com que as crianças sintam raiva, frustração, tristeza ao se depararem em uma situação que os incomodam quando acreditam que os outros as estão julgando e avaliando. A gente te conta o que os pais podem fazer para ajudar as crianças a superarem a timidez.

Como educar crianças caprichosas

Como educar crianças caprichosas

Uma criança caprichosa é uma criança que quer e exige as coisas porque sempre consegue o que quer. Se uma criança depois de um ataque ou uma birra consegue o que quer, algo está errado na sua educação e no comportamento dos seus pais. Uma criança caprichosa será invejosa, ciumenta e exigirá coisas seja o que for.

5 idéias para que as crianças aprendam a ser pacientes

5 idéias para que as crianças aprendam a ser pacientes

A paciência ou a capacidade de esperar é um valor que pode e deve ser ensinado desde a primeira infância. A paciência é uma virtude e uma habilidade que ajudará as crianças a conviverem adequadamente com as demais, a ter calma, evitar o nervosismo, agonias e impulsividade, entre outras coisas.

0 comentarios