Salmonelose na gravidez

Sintomas e tratamento da Salmonelose durante a gestação

Vilma Medina

Vilma Medina

A Salmonelose faz parte das infecções alimentares. Normalmente se contrai após comer carne crua ou pouco cozida, ovos ou derivados do mesmo, se estes estiverem infectados com a bactéria da Salmonella.

O período de incubação vai desde umas horas a dois dias, e os sintomas da Salmonelose aparecerão em torno das 8 – 72 horas após a ingestão de comida em mal estado. No caso das gestantes, a doença pode ser prejudicial para o filho que estão esperando.

Sintomas da Salmonelose nas grávidas

salmonelose-na-gravidez A 

Os sintomas que acontecem são derivados da gastrenterite que a bactéria provoca:

- Náuseas e vômitos.

- Diarréia.

- Febre.

- Dor abdominal.

- Dor de cabeça e muscular.

- Sangue nas fezes (às vezes). 

Os sintomas podem durar de 4 a 7 dias.

Uma pequena porcentagem das pessoas afetadas por esta infecção tóxica necessita de antibiótico, no entanto, alguns medicamentos não podem ser usados em gestantes, já que está associado a defeitos congênitos do feto. 

Como a Salmonelose afeta a gestante e o bebê

As principais complicações para a mãe com Salmonelose são: desidratação, bacteremia (presença de bactérias no sangue, podendo chegar a diferentes órgãos e sistemas) e a síndrome de Reiter (artrite, as articulações se inflamam e são dolorosas). Foi detectado que as complicações podem ser mais frequentes nas mulheres grávidas. 

As gestantes, assim como as crianças é considerado o grupo de maior risco, já que os efeitos não somente se refletem na mãe, mas também pode passar para o bebê. 

A infecção pela Salmonella atravessa a placenta e pode produzir uma doença grave ou inclusive a morte do feto, inclusive quando os sintomas da mesma são leves na mãe. É por isso que a mulher grávida deve ter especial cuidado quando começa o calor, com a comida que não está bem conservada. Diante da dúvida, é preferível não ingerir o alimento que possamos suspeitar.

Por ser uma doença contagiosa, é recomendada à gestante que tente não manter contato com pessoas que sofram da infecção.

Conselhos para evitar a Salmonelose durante a gravidez

- Lavar as mãos minuciosamente: ao trocar fraldas, manipular carnes cruas, ir ao banheiro, pegar em animais. 

- Evitar a contaminação: guardar os alimentos como a carne crua, aves ou mariscos longe de outros alimentos; use duas tábuas para cortar os alimentos (uma para frutas/verduras, outra para carnes); nunca colocar alimentos cozidos com os crus.

- Evitar comer ovos crus. Se o fizer, assegurar-se que esteja pasteurizado.

Sara Cañamero de León 

Diretora e matrona em MaterNatal

Blog MatronaMadrid

Especialidade em Enfermagem Obstétrico-Ginecológica

Sangramentos no primeiro trimestre de gravidez

Sangramentos no primeiro trimestre de gravidez

As perdas de sangue sempre são motivos de preocupação durante a gravidez. Se em algum momento da gravidez aconteçam perdas de sangue pela vagina, devemos procurar o nosso ginecologista e guardar repouso, ainda que não necessariamente signifique a perda do bebê.

As doenças raras na gravidez

As doenças raras na gravidez

Muitos dos afetados por doenças raras podem não ser capazes de levar uma vida normal, mas o que acontece quando uma mulher sofre de uma doença rara e fica grávida ou deseja engravidar?

Controle a hipertensão na gravidez

Controle a hipertensão na gravidez

A pré-eclampsia pode afetar de 5 a 8% das gestantes a partir da 20ª semana, ainda que, o mais habitual é que se apresente até o final, a partir da semana 30, e se não for acompanhada com cuidado poderá causar danos à mamãe e ao bebê.

Infecção urinária na gravidez

Infecção urinária na gravidez

A infecção urinária acontece quando uma bactéria penetra pela pele, vagina, ou ânus até a uretra e se deslocam para cima, podendo a infecção chegar à bexiga, os ureteres ou os rins. Durante a gravidez, a incidência de infecção da urina é mais alta.

Como a varicela afeta as gestantes

Como a varicela afeta as gestantes

A varicela é uma doença infectocontagiosa produzida por um vírus (varicela zoster) da família do herpes. É transmitida através de gotinhas da saliva e das lesões na pele não cicatrizadas de uma pessoa que apresenta a enfermidade.

0 comentarios