A prisão de ventre durante a gravidez

Como combater a prisão de ventre durante a gravidez

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

É muito normal que durante a gestação, algumas mulheres se sintam mais ressecadas do que em outras épocas. Tem algumas que chegam a ficar sem evacuar até dois ou três dias, o que provoca um estado de irritação e de nervosismo, não somente pela prisão de ventre, mas também pelos gases que essa situação provoca, e por não saber o que fazer para normalizar o trânsito intestinal. 

Como combater a prisão de ventre na gravidez 

A prisão de ventre é um dos desconfortos mais incômodos que as mulheres podem sentir durante a gravidez. Uma das explicações para esse problema se baseia em que os intestinos estão muito próximos ao útero e que seus movimentos habituais poderiam prejudicar o feto. 

Por esse motivo, o intestino emite uma resposta protetora natural, tornando-se mais lento e preguiçoso. Assim se explica a menor frequência de deposições e o endurecimento da textura das mesmas. 

Para combater esse problema, não é aconselhável utilizar medicamentos, mas sim uma alimentação rica em fibras e com muito líquido. O aumento do consumo de alimentos ricos em fibras, como as verduras e os legumes, junto com a água, dilatarão o bolo intestinal para facilitar as visitas ao banheiro. 

Se você estiver grávida, alguns vegetais como o espinafre, ervilha, acelga, alface, devem fazer parte da sua dieta. Também as frutas como a manga, laranja, kiwi, uvas, e todas que têm efeito laxante, não adstringente, devem estar presentes todos os dias na sua alimentação. 

Além de uma alimentação rica em frutas e verduras, deve-se tomar pelo menos um litro e meio de água por dia. Se não conseguir melhorar, pode comprar produtos naturais como laxantes suaves como o leite de magnésia, ou utilizar os supositórios de glicerina, muito eficazes para esvaziar o reto. Sempre com orientação médica. 

Os exercícios físicos também estão recomendados para evitar a prisão de ventre. Caso a prisão de ventre seja persistente, melhor é consultar o médico o quanto antes. Se você estiver ressecada não espere muito tempo para combater esse incômodo. Prisão de ventre prolongada, além dos desconfortos que provoca, também pode acarretar problemas maiores. O esforço que você faz para expulsar as fezes aumenta a pressão sobre as paredes do intestino e não permite a circulação normal do sangue, o que pode provocar a dilatação das veias e a formação de varizes, ou hemorroidas, fissura anal, divertículos, colite, etc.

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com