Gengivite durante a gravidez

Sintomas e tratamento da gengivite na gravidez

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

É muito comum, principalmente nos primeiros meses de gravidez, que a gestante sinta tonturas, náuseas, vômitos e outros incômodos. No entanto, esses problemas não são as únicas alterações que a mulher pode sentir quando está grávida. 

Paralelamente a esses problemas também podem apresentar moléstias bucais, concentradas principalmente na gengiva. Apesar de tudo, não existem motivos para que ela deixe de sorrir. 

Quando se está grávida, não se deve descuidar da mente, de todo o corpo e também dos dentes. As alterações hormonais que o organismo sofre durante a gravidez, conciliados com um maior fluxo de sangue pelo corpo da mulher, podem provocar uma maior sensibilidade na placa dental, ou seja, a camada de bactérias que se forma continuamente sobre os dentes é o que causa a irritação da gengiva. É comum que a gengiva se inflame e que se note que a boca produza mais saliva do que o normal. 

Os sintomas de uma gengivite 

É muito fácil saber se alguém sofre ou não uma enfermidade gengival. Existem alguns sintomas que podem ajudar a reconhecer algum problema: 

- Sangramento dos dentes durante a escovação ou na utilização do fio dental. 

- Gengivas inchadas e irritadas e gosto ruim na boca. 

- Mau hálito. 

Esses sintomas são os mais comuns. Caso sinta algum desses sintomas, melhor seria procurar o dentista para uma revisão e uma limpeza dental. 

Prevenção e tratamento da gengivite

Uma adequada higiene bucal é a chave para evitar a gengivite e evitar assim problemas mais graves. A melhor forma de lutar contra essa doença é evitando-a. Durante a gravidez é aconselhável escovar os dentes com uma pasta específica para a boa manutenção da saúde gengival, como também realizar limpezas interdentais todos os dias. Paralelamente à limpeza também é necessária uma dieta sadia e rica em cálcio. Uma alimentação orientada a prevenir os problemas bucais é muito importante. 

Alguns conselhos para que a mulher mantenha seus dentes e gengivas sadias durante a gravidez: 

- Escovar os dentes no mínimo duas vezes ao dia. O melhor seria escovar depois de cada refeição. 

- Escovar os dentes com muita suavidade. Para isso, deve-se utilizar uma escova com cerdas suaves. Se você tiver muita sensibilidade, recorra às pastas dentais especiais para gengivas delicadas. 

- Usar o fio dental sempre que possível. Vai tirar todos os restos de comida dos dentes. 

- Evitar comer muito doce. São grandes colaboradores para a gengivite. 

- Visitar ao dentista com regularidade. Convém fazer sempre uma revisão. No caso em que tenha algum sintoma, não espere que a gravidez termine. Fale o quanto antes com seu dentista, se sua gengiva sangra muito, se chega a perder algum dente, se as gengivas estão inflamadas, ou se sente dor em algum dente ou nas gengivas.