Como identificar e tratar uma ferida infectada

Quando saber que uma ferida está infectada e como tratá-la

Vilma Medina

Vilma Medina

Uma infecção por ferimento ocorre quando os micróbios (bactérias, fungos...) conseguem se introduzir por algum corte na pele, quando esta não leva nenhum tipo de proteção, antisséptico ou remédio com poder de desinfecção. Os micróbios se instalam nos tecidos das feridas impedindo sua cura e piorando o seu estado. 

Uma ferida pode ser um corte, rasgos, uma queimadura... As feridas mais profundas, provocadas por mordidas, grandes queimaduras ou úlceras profundas, incluindo os cortes realizados durante uma intervenção cirúrgica, são as mais propensas a se infectar. No entanto, as pequenas feridas, se não forem tratadas adequadamente, também podem se infectar. É muito frequente a infecção em feridas que têm as bordas rasgadas, com furos, cortes salientes e sinuosos.

Sintomas de infecção em uma ferida das crianças

como-identificar--e-tratar-ferida-infectada A

Como saber se uma ferida está infectada? A dor, vermelhidão e inchaço, além de secreções, são sinais que não deixam dúvidas que uma ferida está infectada. As feridas que demoram em curar ou não melhoram com o tratamento, também quase sempre estão infectadas. Além disso, a infecção é um risco comum neste tipo de lesões, especialmente quando se trata de um corte extenso e provocado por um objeto perfurante. 

Em todo o caso, é muito importante limpar a ferida, porque uma vez que acontece a infecção é mais complicado porque pode ser que tenha se alojado uma bactéria resistente. Todo cuidado será pouco quando se observa que a ferida provoca e apresenta: 

- Vermelhidão 

- Dor

- Sensação de febre local 

- Sensação de ardor e coceira e como se a pele estivesse latejando

- Inflamação e inchaço nas bordas 

Além desses sintomas, se a infecção apresenta um estado avançado, você notará a presença de: 

- Pus (acúmulo de glóbulos brancos mortos) 

- Febre

- Mal estar geral

Tratamentos para deter a infecção da ferida da criança 

O mais importante dentro de uma ferida e para evitar uma infecção é a higiene e limpeza da área atingida pelo ferimento logo no momento do acidente e manter uma limpeza periódica desta ferida. 

De toda maneira, se a infecção já aconteceu, se for uma infecção localizada, possivelmente é fazer lavar bem e fazer uma boa limpeza com uma gaze. Evitar usar o algodão, que pode soltar fibras que podem impedir e criar problemas de cicatrização. Usar um bom antisséptico pode ser suficiente para controlar a infecção. 

Combater a infecção de uma ferida e aliviar seus sintomas, também dependerá da gravidade da lesão. Para deter a infecção e ajudar a promover a cura da ferida é aconselhável que a ferida seja avaliada por um médico porque seguramente ele indicará os medicamentos adequados. Em alguns casos, o médico indicará uma vacina contra o tétano, caso a criança não tenha tomado. É recomendável buscar assistência médica no caso em que a criança:

- Tenha febre 

- Sinta mal estar 

- Apresente sensação de náuseas ou vômitos 

- Quando a ferida apresentar cor escura ou vermelha na sua parte central 

- Dor e inchaço 

- Pus e mau cheiro 

Pedro Oliver

Redator de GuiaInfantil.com

Prevenção de acidentes com crianças de 3 a 5 anos

Prevenção de acidentes com crianças de 3 a 5 anos

Conselhos para prevenir acidentes com crianças de 3 a 5 anos. É em casa onde mais acontecem acidentes com as crianças. As medidas de segurança devem ser mantidas, os cuidados em casa devem ser intensificados.

Acidentes e quebra de dentes na infância

Acidentes e quebra de dentes na infância

Quebra de dentes na infãncia. A primeira coisa que se deve fazer é ir a um dentista. Disso dependerá o futuro dos dentes do seu filho. Os traumatismos podem ocorrer em dentes temporários ou permanentes. Uma pancada pode afrouxar, desprender, fraturar ou arrancar um dente.

Kit de Primeiros Socorros para crianças

Kit de Primeiros Socorros para crianças

Primeiros socorros na família. As quedas ou queimaduras de uma criança devem ser tratadas de imediato. Para evitar surpresas, é sempre bom ter em mãos um kit de primeiros socorros que deve ser o mais completo possível. Após os cuidados imediatos é bom procurar orientação médica.

Queimaduras. Primeiros socorros para crianças

Queimaduras. Primeiros socorros para crianças

Acidentes com fogos, produtos químicos e queimaduras do sol em crianças devem ser evitadas. Mas quando isso acontecer é bom que os pais tenham conhecimento como proceder nos primeiros socorros até que a ajuda médica chegue.

As travessuras e aventuras de um bebê pela casa. Que perigo!

As travessuras e aventuras de um bebê pela casa. Que perigo!

Quando os bebês começam a engatinhar ou a caminhar é uma alegria para os pais, mas também uma preocupação. Os pais vão precisar de vigilância contínua. Os bebês não têm medo de nada, perambulam por toda a casa, querem pegar tudo o que vêem pela frente.

0 comentarios