Causas da icterícia no recém-nascido

Por que alguns bebês nascem mais amarelos

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A icterícia se define como a coloração amarelada da pele e mucosas. É produzida como consequência do aumento da bilirrubina no sangue. É muito comum entre os recém-nascidos, já que logo o seu fígado tem que trabalhar para eliminar a bilirrubina (quando estava no ventre da sua mãe, era a placenta que o fazia) e com frequência tarda muito em realizar esta função.

Causas mais frequentes da icterícia em recém-nascidos

causas-da-icterícia-no-recém-nascido A

As causas mais frequentes de icterícia nos bebês recém-nascidos são duas:

- Icterícia fisiológica. É leve e não requer internação. É secundária à hemólise (esta palavra significa ‘ruptura prematura das hemácias’) que normalmente aparece nas primeiras horas de vida. Manifesta-se entre os dias 2 e 7 de vida, aproximadamente. Pode ser um pouco mais frequente nos recém-nascidos prematuros, e em geral não requer nenhum tratamento. 

- Icterícia do leite materno. Também pode ser leve. É produzida porque o leite materno contém umas substâncias chamadas ‘pregnanos’, que dificultam a eliminação da bilirrubina. Começa aos 7 dias de vida e se mantém até o primeiro mês, aproximadamente.

Quando um recém-nascido tem que ingressar no hospital 

A bilirrubina livre muito alta no sangue pode se depositar no cérebro e gerar problemas neurológicos. 

As causas que, com maior frequência geram internações nas Unidades de Neonatologia são as icterícias devido à incompatibilidade Rh (quando o bebê é Rh positivo e a mamãe é Rh positiva e uma prévia sensibilização) e a incompatibilidade do grupo ABO (quando o bebê é A ou B, e a mamãe é do grupo O).  A primeira dessas duas situações se podem prevenir através da administração de imunoglobulinas específicas às gestantes Rh negativas. 

Outras causas de icterícia importante são as sépsis, as infecções neonatais e as hemorragias internas. 

Tratamento da icterícia no recém-nascido

O tratamento habitual da icterícia é a fototerapia. A fototerapia consiste em colocar o recém-nascido embaixo de uma fonte de luz. A radiação ultravioleta facilita a conjugação e a eliminação do excesso de bilirrubina. 

Se o excesso de bilirrubina for muito importante tem que fazer uma transfusão de sangue.

Iván Carabaño Aguado

Chefe do Serviço de Pediatria

Hospital Universitário Rey Juan Carlos

Hospital Geral de Villalba