O colostro. O primeiro leite materno para o bebê

O leite materno muda com o tempo

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O colostro é o melhor alimento para o bebê recém-nascido. Esse tipo de leite materno começa a ser produzido nas últimas semanas da gravidez, e será o primeiro alimento que o bebê vai tomar durante seus dois a cinco dias de vida, já que a partir desse momento é quando a mama começa a produzir ‘leite maduro’. 

Apesar dos muitos mitos que surgiram acerca desse líquido e da rejeição de algumas culturas de amamentar ao bebê com o colostro, podemos afirmar que o colostro representa a melhor maneira de alimentar ao nosso filho.

O que é o colostro do leite materno

o-colostro-o-primeiro-leite-materno-bebê A 

O colostro é um fluído de cor amarelado, mais viscoso e denso do que o leite materno. Constitui o alimento ideal para o recém-nascido durante os primeiros dias de vida pelos seguintes motivos: 

1. O colostro é rico em células imunologicamente ativas: anticorpos e outras proteínas protetoras. Como alimento constitui a primeira imunização dos bebês recém-nascidos. Ajuda a regular seu sistema imunológico, protegendo-lhes contra diversas infecções. 

2. Contém fatores de crescimento, que ajudam a amadurecer o intestino dos pequenos para funcionar com eficácia. Isso torna mais difícil que os microorganismos e as substâncias alergênicas se desenvolvam no corpo dos bebês recém-nascidos. 

3. Estimula o movimento intestinal do bebê, de tal modo que o mecônio é eliminado rapidamente. Assim, o colostro ajuda a liberar as substâncias que produzem icterícia, ajudando, portanto a reduzi-la. 

4. Tem fatores estimulantes e hormonais, que favorecem melhores níveis de glicemia nos primeiros dias de vida. 

5. Vem em volumes pequenos, justo o que o bebê recém-nascido necessita. 

6. É rico em vitamina A, que lhes ajuda a proteger a visão e os olhos e a reduzir as infecções. 

Ainda que nos pareçam que a quantidade que produzimos de colostro, não devemos nos esquecer que a capacidade do estômago do recém-nascido é reduzida, e por isso demandará alimento com muita frequência. O colostro, além disso, é de muito fácil digestão. 

Não se deve suplementar ao bebê com fórmulas ou com água, nem sequer nos meses mais quentes. Basta oferecer com mais frequência o peito ao bebê para ter todas as suas necessidades supridas. 

Sara Cañamero de León

Matrona do Hospital Virgen del Camino, em Pamplona (Espanha)

Especialidade em Enfermaria Obstétrico-Ginecológica

Colaboradora de GuiaInfantil.com