O controle da urina das crianças

O que fazer para que a criança controle sua urina ou xixi

Vilma Medina

Vilma Medina

O controle dos movimentos intestinais e da urina é possível adquirir na maioria das crianças antes dos quatro anos de idade. Mas, isso não é uma regra geral. Esse controle é uma função mais como caminhar, falar, comer, etc. É uma conquista para a qual não existe uma escola específica, mas que é assumida pelas crianças quando encontram suficiente maturidade para isso. 

A retirada das fraldas é um processo lento e que requer uma boa dose de paciência, observação, ânimo e persistência por parte da família e dos educadores.

Tirar as fraldas da criança

o-controle-da-urina-das-crianças A

Primeiramente, de forma geral é não conciliar a idade do seu filho com as capacidades ‘normais’ que deveriam ter segundo a sociedade. Cada criança é um mundo distinto. E sua personalidade, bem como suas capacidades se diferencia. Nem todas as crianças começam a caminhar quando completam um ano. Assim que, para pensar nisso, a primeira coisa é não fixar uma idade específica para tirar as fraldas do seu filho.

O melhor é observar seus movimentos, principalmente a partir do segundo ano de vida, e em alguns casos um pouco antes. Alguns bebês podem começar a se dar conta quando estão com as fraldas sujas e identificar o momento em que estão fazendo xixi ou cocô. Outros dizem quando fizeram xixi ou cocô, ou avisam antes de fazê-lo. Algumas crianças também pedem que lhe troquem as fraldas e inclusive se negam que voltem a colocá-las. Se este momento tenha chegado ao seu filho é hora de começar o processo. 

Ensinar a criança a pedir para fazer xixi

É importante que você ensine o seu filho a por nome naquilo que está fazendo. Assim, todas as vezes que ele fizer xixi ele te avisará e dirá ‘pipi’. Aqui é quando chega o momento da visualização. A criança deve conhecer e ver o que é que sai dentro dele. E para isso, nada melhor que ensinar-lhe a fazer xixi ou cocô em um urinol (penico) adequado para a sua idade. 

Ao fazer cocô ou xixi em um penico, a criança conhecerá a ‘sua grande e primeira obra’ e isso o convidará a repetir e a repetir. Logicamente a criança necessitará de tempo para se familiarizar com o urinol. Deixe-a brincar com ele, e que se sente nu, com fraldas ou com roupa. E para que a criança crie um hábito, você sabe que a técnica do reforço é muito eficaz. Parabenize-a por se manter sentada, dê-lhe beijinhos e abraços e conte para toda a família as suas conquistas. A alegria e a satisfação dos pais animarão a criança para que siga com a sua conquista. 

Todo o processo pode levar umas duas semanas ou seis meses. Se nesse tempo os pais vêem que a criança ainda não consegue será melhor esquecer o tema e voltar às fraldas. Dentro de alguns meses com certeza a criança conseguirá.

A higiene dos genitais dos bebês

A higiene dos genitais dos bebês

Como e quando trocar a fralda do bebê. Uma das dúvidas que tem muitos pais de primeira viagem é como devem limpar as genitais assim como o ânus do seu bebê, já que a troca de fraldas, será pelo menos nos dois primeiros anos de vida do bebê, uma das tarefas qua mais terão que realizar.

O que fazer quando a criança faz xixi nas calças

O que fazer quando a criança faz xixi nas calças

Não saber controlar a urina, ou seja, não conseguir frear a vontade de urinar é uma dessas situações em que as crianças mais necessitam de apoio, da compreensão e da ajuda dos seus pais para superá-las.

Como tirar as fraldas dos bebês

Como tirar as fraldas dos bebês

Nesse processo para controlar a urina e o cocô do seu filho e assim retirar-lhe as fraldas, não deve ser uma agonia nem para os pais nem para o seu pequeno. Não se pode ter pressa nem exigir que o seu filho adquira o hábito de um dia para o outro.

Tipos de enurese infantil

Tipos de enurese infantil

A enurese é a incapacidade da criança para controlar a micção noturna numa idade em que já deveria controlá-lo. Pode acontecer devido a uma imaturidade da bexiga, por um déficit hormonal e, no pior dos casos, por questões psicológicas.

0 comentarios