Diferenças e semelhanças entre TDAH e Síndrome de Asperger

Em que se parecem e diferenciam as crianças Asperger e as crianças hiperativas

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Em que se assemelham o TDAH (Transtorno por Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade) e a Síndrome de Asperger? São duas condições totalmente diferentes ou compartilham semelhanças que podem confundir o diagnóstico inicial? 

Como veremos, apesar de que o TDAH e a Síndrome de Asperger sejam dois transtornos diferentes e independentes, compartilham alguns sintomas até tal ponto que, às vezes, o diagnóstico inicial de TDAH é finalmente diagnosticado como Síndrome de Asperger. 

Crianças Asperger e crianças TDAH

diferenças-e-semelhanças-entre-tdah-asperger A

Ambos os transtornos apresentam importantes déficits nas áreas de: comunicação, habilidades sociais, atenção e autocontrole durante os dois primeiros anos da infância. Dificuldades que provocam comportamentos sociais, disfuncionais que lhes ocasionam a eles e seus familiares, problemas em muitas situações vitais. 

No entanto, os problemas que apresentam em cada uma dessas grandes áreas são devidos a diferentes causas ou motivos. Uma observação sistemática e atenta dos sintomas nos permitirá realizar um bom diagnóstico diferencial. Quanto mais velha a criança, mais fácil observar as diferenças. 

1. Déficits comunicativos

Ainda que nos dois casos encontremos déficits na comunicação e uma capacidade limitada para manter conversações, as causas em um ou outro transtorno são muito distintas. 

Enquanto que a criança com TDAH tem problemas para compreender o que dizem os demais pela sua falta de atenção e pelas suas constantes interrupções, devido à falta de controle dos seus impulsos, o problema de compreensão da criança com Síndrome de Asperger tem sua origem na incapacidade para entender a linguagem. Dificuldade que se agrava, sobretudo quando se utilizam metáforas, ironias, sarcasmos ou piadas. Não entendem duplos sentidos, sua compreensão da linguagem é literal. 

2. Problemas de interação social: habilidades sociais pobres 

Em ambos os transtornos encontramos uma grande dificuldade para se relacionar com os demais devido aos seus déficits em habilidades sociais e falta de empatia. 

Assim, pois, enquanto que no caso de crianças com TDAH são rejeitadas pelos seus companheiros porque possa incomodá-los ou não respeitar as normas devido a sua impulsividade, a criança com Asperger se isola por falta de interesse e pela sua dificuldade para compreender as normas ao entendê-las ao pé da letra. 

3. Déficit de Atenção

Ambos se distraem facilmente e parecem não atender ou escutar quando lhes falam. 

A diferença está em que, enquanto a criança com TDAH é incapaz de manter a atenção e de se concentrar (já que se dispersa facilmente pela sua dificuldade em filtrar estímulos), no caso da criança com Síndrome de Asperger sua falta de atenção é devido à perda de interesse. Se algo lhes interessa são capazes de se concentrar perfeitamente. 

4. Problemas de autocontrole e conduta hipercinética

Em ambos os casos encontramos problemas de autocontrole motor e emocional. Trata-se de crianças que se movem constantemente, desajeitadas e pouco coordenadas, com baixa tolerância à frustração. 

Na Síndrome de Asperger observamos uma tendência a se balançar, a realizar movimentos repetitivos ou caminhar enquanto se concentram o que pode se confundir com a necessidade de se mover que a criança com TDAH sente, a qual não pode parar de mover mãos e pés ou se levantar do seu assento em situações que requeiram que permaneça sentada. 

Sara Tarrés

Psicóloga Infantil