Como saber se uma criança tem problemas de habilidades sociais

Sinais ou indícios de que nosso filho tem problemas de comunicação

As habilidades sociais são o conjunto de comportamentos que aprendemos de forma natural desde a infância, que servem para que a gente se comunique e se relacione com as pessoas do nosso meio. Portanto, podemos entender a falta de habilidade social como um aprendizado ruim de como se relacionar com os outros e com o meio que nos rodeia.

É difícil encontrar números sobre quantas crianças não possuem as habilidades sociais adequadas, já que muitas delas não sofrem nenhum transtorno evidente, e, portanto, nunca chegam a ser tratados deste problema. Ainda assim, calcula-se que 89% dos problemas que as crianças tenham sejam sociais, ou seja, estão relacionados com as pessoas e suas interações.

Como detectar se uma criança tem problemas de habilidades sociais

como-saber-se-criança-problema-habilidades-sociais A 

Existe uma série de sintomas que se forem muito frequentes podem indicar a falta de habilidades sociais em uma criança: 

- A timidez excessiva, a baixa autoestima e o medo das situações sociais podem ser fortes indicadores desse problema social. Normalmente, para essas crianças é muito difícil lidar com situações que não estão acostumadas no seu dia a dia. Elas se mostram inseguras nas coisas que realizam e fogem do contato com pessoas fora do seu círculo mais próximo.

- Além disso, podem mostrar uma grande falta de empatia com os outros, têm problemas de cooperação e trabalho em equipe, assim como problemas de autocontrole e de comunicação com outras pessoas. Tudo isso, às vezes se converte num círculo vicioso, já que estas crianças não têm claros os limites de comportamento e isso lhe ocasiona muitos problemas, por exemplo, se estão na escola brincando com outros companheiros. Uma criança com falta de habilidades sociais pode ocasionar condutas agressivas com seus amigos se ela perde num jogo ou, inclusive chegar a fazer trapaças e não seguir as normas. Por isso, o mais comum é que as outras crianças não queiram voltar a brincar com ela e ela acabe se isolando.

Em alguns casos, a falta de habilidades sociais provém de algum transtorno subjacente que a criança possa sofrer e que a tem impedido de desenvolver adequadamente estas capacidades sociais. Entre os mais comuns está o Transtorno de Aprendizagem, o Transtorno por Déficit de Atenção ou a síndrome de Asperger

Consequências de não tratar as habilidades sociais nas crianças

Se os problemas sociais não forem tratados durante a infância pode desencadear uma série de consequências eu impeçam a criança de levar uma vida normal, inclusive na idade adulta. Em seguida, eu mostro algumas delas:

- Dificuldade para expressar sentimentos e opiniões: as pessoas que não têm boas capacidades sociais terão dificuldades para poder expressar o que sentem e o que opinam, portanto, será difícil para elas se comunicarem corretamente com as pessoas ao seu redor, podendo chegar a sofrer frustração ou inclusive depressão. 

- Problemas escolares e/ou laborais: devido a uma falta de adaptação social que essas crianças possuem, é habitual que também tenham problemas com os estudos, podendo provocar o fracasso escolar (ou profissional, já na idade adulta). 

- Impedimentos para se relacionar com os demais: as crianças podem ter problemas para fazer amigos e se relacionar com outras pessoas e por isso pode ser difícil estabelecer vínculos e relações emocionais com pessoas do seu meio.

- Transtorno psicológico grave: existem crianças que podem chegar a desenvolver algum transtorno psicológico grave na idade adulta que lhes ocasione problemas no âmbito laboral, social ou de relações entre casais.

Elsa Martín

Psicóloga do Centro de Neurometría Innea

  • O papel dos pais diante da televisão

    Se os pais estiverem de acordo que seus filhos assistam à televisão, primeiro devem estar seguros do conteúdo dos programas que eles vêem e do tempo que dedicam em frente à telinha.

    • Decálogo sobre a Hiperatividade Infantil
      Decálogo sobre a Hiperatividade Infantil

      O TDAH está adquirindo cada vez mais relevância entre a população, mas, às vezes, as informações que aparecem sobre ele não são de todo certas e podem chegar a confundir ou desorientar. Somente 4% respondem corretamente quando perguntado sobre o TDAH.

    • Meu filho é autista e se comunica
      Meu filho é autista e se comunica

      Há 66 anos, quando Léo Kanner, médico e psiquiatra austríaco descreveu pela primeira vez o autismo, muito já foi feito para descobrir as causas deste transtorno. Mas, o convívio com este transtorno nem sempre é fácil. Os pais sabem da importância do apoio aos seus filhos.

0 comentários