O papel dos pais diante da televisão

Como controlar o tempo e o tipo de informação que as crianças recebem da televisão

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Dos 4 aos 5 anos de idade, as crianças estabelecem hábitos permanentes e características emocionais através da imitação e a identificação. A imitação é consciente, mas a identificação é inconsciente e ocorre pela adoção de normas de conduta e atitudes de pessoas significativas para a criança. Por essa razão, é necessário que os pais estejam vigilantes em relação aos efeitos da televisão na criança e especificamente quanto à violência televisiva. 

As cenas violentas podem gerar condutas agressivas nas crianças, pelo simples fato de aprendê-las e imitá-las. Se os pais estiverem de acordo que seus filhos assistam à televisão, primeiro devem estar seguros do conteúdo dos programas que eles vêem e do tempo que dedicam em frente à telinha. 

O papel dos pais diante da televisão

O pai e a mãe devem ser companheiros dos seus filhos, ajudando-os a terem critérios diante da televisão. Além disso, eles devem: 

- Assistir aos programas de televisão com eles. 

- Escolher programas apropriados para o nível de desenvolvimento da criança

- Impor limites quanto à quantidade de tempo: não mais do que uma ou duas horas por dia. 

- Desligar a televisão durante os horários das refeições e dos estudos. 

- Evitar os programas cujo conteúdo não seja apropriado para as crianças.

- Impedir que assistam a programas com violência explícita. As telenovelas, noticiários ou dramas podem causar sofrimentos desnecessários às crianças. 

- Estimular discussões com os filhos sobre o que estão assistindo enquanto vêem aos programas juntos. 

- Ensinar os valores positivos como a cooperação, a amizade, a bondade, a paciência

- Fazer conexões do que estão vendo com situações reais ou de estudo. 

- Relacionar seus valores pessoais e familiares com os que vêem na televisão.

- Discutir com as crianças sobre o papel da publicidade e sua influência nas compras

- Estimular a criança para que pratique esportes, tenha passatempos e amigos da mesma idade

- Gravar programas de qualidade para vê-los em outro momento. 

- Ligar a televisão para assistir a algum programa específico. 

- Criar o hábito de desligar a televisão quando o programa terminar.

- Evitar os desenhos animados que mostrem seus personagens sofrendo. Isso é muito comum nos grandes filmes de desenhos animados, através dos quais as crianças se angustiam ao se identificarem com o personagem. Não há nenhuma evidência de benefícios em que uma criança sofra ao ver um filme infantil. 

- Ensinar o que é ficção em contraposição com a realidade: os personagens nos filmes são interpretados por atores e não por pessoas reais.