Como prevenir intoxicações com produtos de limpeza

Dicas para que as crianças não se intoxiquem com produtos de limpeza de casa

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Existe alguma maneira pela qual nossos filhos não se intoxiquem com os produtos de limpeza que temos em casa? Ainda que seja óbvio, sempre é necessário que tenhamos em conta que não podemos perder de vista tudo aquilo que possa ser nocivo para a saúde das crianças e eliminá-lo instantaneamente do seu campo visual.

Como evitar as intoxicações infantis com produtos caseiros

como-prevenir-intoxicações-produtos-limpeza A

Se não quisermos que uma criança chegue a provar o conteúdo de uma garrafa de água sanitária, detergente ou qualquer tipo de produto de limpeza, o que temos que evitar é que a criança se aproxime dele. Ainda que não possamos compreender por que a criança tenta provar o sabão em pó, a curiosidade é infinita, e o fato de que possam ter acesso ao desconhecido faz com que ela queira experimentar de tudo.

Por isso, o melhor é que toda vez que utilizarmos água sanitária, detergente ou algum produto similar, a gente guarde em algum lugar que eles não tenham acesso, seja porque não conseguem vê-lo ou porque está bem escondido.

Também é recomendável que não confundamos os pacotes, ou seja, que a criança não acredite que está em frente a uma garrafa de algo que possa ser bebível, ou uma caixa de cereais ao invés de pastilhas da lavadora de roupas. Isso poderia fazer com que ela levasse o produto à boca e causar-lhe uma infecção. Quanto ao fechamento dos produtos, não podemos perder de vista o fato de que é melhor investir naqueles que sejam difíceis de abrir para dificultar a abertura pelas crianças.

O que fazer se uma criança se intoxica com um produto de limpeza 

Se por alguma causa não pudermos evitar o acidente doméstico e algum dos nossos filhos tenham se intoxicado sem querer com algum produto de limpeza, a solução é levar a criança urgentemente para o pronto socorro, sobretudo se a criança apresentar fortes dores de estômago.

É muito importante que não tentemos provocar que a criança vomite, uma vez que ao invés de aliviar os sintomas, poderíamos fazer com que sua saúde piorasse. Se o problema não for uma intoxicação interna, mas nos olhos ou na boca, é recomendável lavar com muita água, mas se o problema tenha sido uma ingestão é conveniente levar a criança a um pronto socorro.