Uma boa comunicação em família

Conselhos e idéias para ajudar na comunicação entre pais e filhos

Uma boa comunicação, une a família. É claro que não existe uma regra básica para melhorar a comunicação em uma família. Cada família é um mundo distinto, uma linguagem única. O que deve existir, como meio de melhorar a comunicação, é a vontade, o interesse, e a disponibilidade por parte dos pais, e que esse espaço seja criado e vivido intensamente, na medida do possível.

Se o que desejam é uma família unida, a melhor via, o mais acertado caminho, é pela comunicação e o diálogo. Os pais devem motivar aos filhos a que se comuniquem com eles.

A comunicação entre pais e filhos

O bom diálogo entre pais e filhos

Existem alguns caminhos que podem levar a uma familia a comunicar-se de uma melhor maneira. Te contamos alguns:

1. Observar o tipo de comunicação que temos com o nosso filho. Dediquemos uns dias de observação livre de julgamentos e culpabilidades. Esse exercício não nos levará a conclusões fáceis, porque a dura realidade de conflitos e sobrecarga familiar, supera sempre as previsões na busca da comunicação ideal dentro da família.

2. Escutar ativa e reflexivamente cada uma das intervenções dos filhos. Avaliar até que ponto merecem prioridade diante da tarefa que estamos raalizando; em todo caso, nossa resposta deve ser suficientemente correta para não menosprezar sua necessidade de comunicação.

3. Se não pudermos prestar a atenção necessária no momento solicitado, discutir com ele (filho), um adiamento da conversa para mais tarde. Podemos dizer simplesmente: dá-me 10 minutos e em seguida estarei contigo. Devemos nos lembrar de agradecer sua paciência e sua capacidade de espera.

4. Evite o emprego das mesmas respostas de sempre (sistemáticas), para que nosso filho não pense que somos autoritários, ou que temos a intenção de fazê-lo sentir-se culpado, que não damos a devida importância às coisas ou sempre damos os mesmos sermões.

5. Deixe as culpabilidades de lado. Se até hoje não temos sido um modelo de comunicadores, pensemos que podemos melhorar e nos adaptarmos a uma nova forma de comunicação que reverterá no bem da nossa família, suavizando ou inclusive extinguindo muitos dos conflitos habituais com os filhos.

6. Quando decidimos mudar ou melhorar para uma comunicação mais aberta, é aconselhável estabelecer um tempo de teste, como uma semana ou um fim de semana, terminada a qual, possamos avaliar se funciona ou não e se devemos modificar algo mais. Os pais, temos os hábitos de conduta muito arraigados, e mudá-los, requer esforço, dedicação e sobretudo, paciência (com a gente mesmo!).

  • Como conciliar filhos e trabalho
    Como conciliar filhos e trabalho

    Muitos pais se sentem frustrados, com sentimento de culpa e impotentes diante da falta de tempo junto aos seus filhos. Deixar a educação nas mãos de terceiros e não poder acompanha-los em suas atividades é muito duro para muitos deles.

    • Os avós e os netos: um encontro enriquecedor
      Os avós e os netos: um encontro enriquecedor

      A importância do convívio dos netos com seus avós. Em muitas famílias, conciliar trabalho, casa e filhos, é uma tarefa que requer muita habilidade e, em muitos casos, alguns sacrifícios. A chegada de um bebê não só altera a vida dos pais, mas também a de muitos avós.

    • Como é ter mais de três filhos
      Como é ter mais de três filhos

      Com certeza se você tem mais de um filho, já deve ter ouvido mais de uma vez: ‘Nossa, se eu com um só filho quase não consigo dar conta, como você poderá com dois/três...! Como é possível que tenham pessoas com quatro, cinco ou mais filhos e continuam sobrevivendo?

0 comentarios

Avatar