A reação diante de uma foto de sua filha amamentando ao seu boneco

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Charlotte, aos seus 2 aninhos adorava brincar de boneca. Para ela as bonecas fazem parte das suas brincadeiras de casinha. Brinca de imitar os seus pais, as pessoas mais próximas, das que aprende diariamente muitas coisas novas. 

Um dia, Charlotte acompanhava a sua mãe no supermercado. Em certo momento, seu ‘bebê’ pediu para ser alimentado porque tinha fome. O que a pequena fez? Com total naturalidade ela levantou a camiseta e lhe deu o peito. Sua mãe imortalizou a cena e compartilhou nas redes sociais. O resultado?... 

A imagem de Charlotte dando o peito ao seu boneco que tanta gente criticou

a-reação-diante-da-imagem-amamentando A 

A imagem de Charlotte amamentando ao seu boneco se tornou viral, mas o resultado não foi o que sua mãe esperava. O inocente ato de sua filha foi uma chuva de críticas de todo tipo: ‘Essa é a merda mais asquerosa’, diziam alguns, ou ‘deveria dar uma surra nela’, diziam outros... 

Diante das críticas ofensivas à sua foto, ela teve que buscar uma página de aleitamento materno (Breastfeeding Mama Talk) para buscar apoio. As mães começaram a encher a página de fotos similares. Meninos e meninas brincando de ser pais e mães com os bonecos. A mamãe de Charlotte finalmente se deu conta de que não tinha feito nada, e que a brincadeira da sua pequenina era muito mais comum do que ela pensava.

a-reação-diante-da-imagem-amamentando-2 A 

A carta que exige respeito ao aleitamento em público 

A mãe de Charlotte escreveu uma carta pedindo respeito ao direito de amamentar ao bebê em público. A carta diz: 

'A humilhação das mães que dão o peito começa inclusive antes que dêem o peito de verdade! Essa é uma carta para desabafar porque eu não sabia em que outro lugar entenderiam a mistura de emoções que eu tenho nesse momento. Estou completamente aturdida. Publiquei a foto de minha filha, e no dia seguinte, ao despertar vi que não tinha recebido mensagens em que me perguntavam se eu tinha publicado por minha própria conta. Eu não me meto com ninguém ou em como criam seus filhos, e o que recebo são comentários como esses: ‘essa é a merda mais asquerosa’ ou ‘ você deveria dar uma surra nela’. Estou em choque. 

A primeira coisa que eu pensei foi: Está dando o peito?! Eu continuo dando de mamar a Charlotte, de 2 anos e ao meu filho Bentley de cinco anos dou a mamadeira. Assim que aceito ambas as fórmulas. Ambas são maravilhosas. 

Dar o peito é algo natural e normal. Quando um bebê dá a mamadeira ao seu boneco, ele está alimentando o seu boneco, não? Pois não existe diferença. Não sinto a necessidade de corrigir a Charlotte porque existe gente que pensa que amamentar é algo ruim. Ela disse que o seu bebê tinha fome e ela o alimentou. Quando Charlotte diz que tem fome, seja em público ou não, eu lhe dou o peito. Charlotte também faz de conta que se maquia, meu filho brinca com seus carrinhos e conserta coisas porque vê o seu pai fazê-lo. Será que não é normal que o seu filho imite comportamentos NORMAIS do dia a dia? Charlotte nunca tomou mamadeira. Eu tenho a sorte de ter podido alimentá-la estes dois últimos anos dando-lhe o peito. Eu estava desconcertada. E logo me perguntei: será que estou errada? Como e por que deveria dizer-lhe que ela estava fazendo uma coisa ruim quando é o que ela está vendo durante toda sua vida? Quantas crianças dão de comer aos seus bonecos dando-lhes o peito?’  

Sem dúvida, uma carta para refletir. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com