O que você tem que saber antes que o seu filho cresça

A infância das crianças é uma etapa. Curta o seu filho

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

É imensamente gratificante ver o seu filho crescer, adquirir habilidades, provar suas capacidades... Mas, chegará um belo dia em que você olhará para ele e levará um susto.

O tempo passou tão rápido que o seu filho já não precisa que você pegue na sua mão para atravessar a rua, ele já não precisa de você na hora do banho, já escolhe sozinho a roupa que vai vestir, ou seja, já adquiriu tanta autonomia que, ao mesmo tempo em que você se alegra pelas suas conquistas, também sente que já não representa tudo para ele.

As crianças necessitam de raízes e asas

o-que-você-tem-saber-antes-filho-cresça A

Ainda que o seu filho te adore, e que te ame, com certeza, já não te chamará para ir ao parque, não te pedirá que fique um pouco mais com ele na cama e tão pouco que o acompanhe ao cinema. Onde estão os jogos de mesa que você compartilhou com ele? Onde estão as festas de aniversário que vocês prepararam juntos? O seu filho, este menino ou esta menina que você carregou nos braços, cresceu. Já não está na cadeirinha do carro no banco de trás, mas ao seu lado no assento do carona. 

Que bonito e, ao mesmo tempo difícil, é ver os filhos crescerem. Aquelas crianças que gostavam tanto de ficar em casa, pintando, desenhando e fazendo tantas coisinhas contigo, já não estão. E você pensará: Por que eu me queixei tanto quando o meu filho vinha para a minha cama nas manhãs de domingo?

Por que quando o meu filho queria brincar comigo eu estava quase sempre ocupada? Por que ele me chamava da sua cama e eu não o atendia? Por que eu não respondia às suas insistentes perguntas? Por que não o peguei nos braços quando ele me pedia? A gente só se dá conta dos nossos erros, das nossas faltas, da nossa falta de paciência e tolerância quando os filhos crescem.

Quando a gente se dá conta que o nosso filho cresceu, começamos a refletir sobre tudo o que poderíamos fazer com eles e não o fizemos. Isso é normal. É a mesma coisa quando passamos de um ano para o outro na escola. Nos últimos dias é natural que estejamos mais unidos. É assim que acontece.

Não se trata de tapar os buracos que ficaram. O importante é que reconheçamos que ser pai e mãe não é uma etapa. Se você não pôde cumprir o seu papel como você desejava, você sempre poderá ser um melhor pai ou mãe na etapa seguinte, ainda que isso não apague o indesejado da etapa anterior. 

Antes que o seu filho cresça, não deseje estar sozinha. A infância do seu filho é uma etapa. Desfrute com o seu filho, pule corda com ele, brinque de esconde-esconde e faça muita palhaçada até tirar dele muitas risadas. Conte piadas a ele, leve-o ao circo, ao parque, faça castelos de areia com ele e não se esqueça que antes que ele cresça, você deve valorizar os momentos que passam com ele, ainda que durem apenas alguns minutos.  

Vilma Medina
Diretora de GuiaInfantil.com