Quanto o seu filho deve comer para ter um crescimento saudável

A quantidade de comida que as crianças devem ingerir

Vilma Medina

Vilma Medina

É importante saber que a quantidade de comida que nosso filho deve ingerir tem que ser de acordo com a sua idade, sua atividade física e sua individualidade. Devemos ser objetivos na hora de avaliar as necessidades do nosso filho. A gente sabe mais do que ninguém se existem sinais que nos traga preocupações para que procuremos um pediatra.

O que acontece muitas vezes, é que damos uma quantidade de comida exorbitante aos nossos filhos, proporcionalmente ao que um adulto consome, e por isso nosso filho a descartará e acabará comendo o que o seu corpo requer.

A quantidade de comida justa para as crianças

Quanto devem comer as crianças

Para saber se uma criança está bem nutrida, além de observar alguns sinais na sua anatomia, os pediatras utilizam como orientação os percentuais, que são padrões de crescimento infantil que servem de maneira estatística para avaliar as medidas e pesos médios da população infantil.

Quando um bebê nasce, parte de um peso e tamanho concreto, de um percentual determinado, e o seu desenvolvimento correto estará em equilíbrio com a curva de crescimento, ascendendo em um ritmo constante, não descendente. Todas as linhas dos percentuais correspondem a valores normais, logo não temos que comparar nossos filhos com outros que sejam mais magrinhos ou menores, mas sim verificar que a curva de crescimento ou desenvolvimento seja constante, sem muitas oscilações.

Ainda que seja um prazer para os olhos contemplar um lindo bebê com bochechas e dobrinhas, temos que apagar isso da nossa cabeça como ideal de saúde. Se o seu bebê é menor ou mais magro que os outros, não significa que tenha uma alimentação ou crescimento deficiente. A primeira coisa a levar em conta é que cada criança tem uma diferença individual, que a princípio não tem relação com a falta de saúde ou má nutrição. Da mesma forma que algumas crianças são menores que outras, existem crianças que naturalmente tem mais apetite que outras. Inclusive, tratando-se da mesma criança, existem etapas de crescimento mais brusco em que seu filho pode comer mais do que em outras, já que necessita ingerir mais calorias. 

É muito normal que a partir dos dois anos, possa acontecer uma desaceleração na necessidade de alimento, que somada a uma maior atividade física, mude a forma do seu filho gordinho em uma mais estilizada. Insistir que seu filho coma mais do que necessita, pode ser contraproducente, pois pode gerar uma tensão na hora da refeição e aversão aos alimentos. Não existe uma quantidade exata de calorias que nossos filhos devam ingerir. Cada criança queimará a energia conforme seu tamanho, seu metabolismo ou sua atividade física. Como orientação, recomendam-se umas 1.000 calorias no primeiro ano, aumentando 100 calorias a mais, aproximadamente, por ano cumprido até chegar à puberdade.

Patro Gabaldón

Por que as salsichas podem matar uma criança

Por que as salsichas podem matar uma criança

É um dos alimentos preferidos da criançada. Com tomate, ketchup e batatas. E ainda é fácil de cozinhar. Mais ainda de comer. É leve e seu sabor, delicioso. Mas, no entanto, milhares de crianças morrem todos os anos por sua culpa. Falamos das salsichas.

Alimentos que curam as crianças: doenças do estômago

Alimentos que curam as crianças: doenças do estômago

Em br.guiainfantil.com a gente conta para você que alimentos são os mais recomendáveis no caso em que a criança sofra de gastrenterite ou prisão de ventre.

Como os conservantes e corantes alimentares afetam as crianças

Como os conservantes e corantes alimentares afetam as crianças

A aversão que existe na atualidade contra a adição de corantes e conservantes artificiais aos alimentos tem aumentado dia a dia. A pergunta que não quer calar é: ‘quais os danos que esses aditivos podem causar nos nossos filhos?’ É um perigo para a saúde? Vejamos alguns exemplos.

Os 8 alimentos mais hidratantes para as crianças

Os 8 alimentos mais hidratantes para as crianças

Durante o verão ou em lugares onde se utiliza em excesso a calefação, há que vigiar bem a hidratação dos pequenos da casa. Convém que os pais ofereçam de forma constante bebidas e que optem por alimentos que contribuam com uma dose extra de hidratação. A gente apresenta aqui os 8 alimentos super-hidratantes para as crianças.

Alimentos que hidratam as crianças

Alimentos que hidratam as crianças

É importante uma boa hidratação do organismo para que nossos filhos se mantenham saudáveis e com energia. Quando falamos em hidratação imediatamente pensamos na água ou em outras bebidas, mas através dos alimentos também devemos proporcionar ao nosso corpo a hidratação que necessita. Temos buscado alimentos que mais hidratam as crianças.

7 alimentos que proporcionam energia às crianças

7 alimentos que proporcionam energia às crianças

No final de um semestre, na primavera ou após uma doença... Existem épocas do ano que as crianças se sentem mais cansadas e fatigadas. Para proporcionar ao corpo a energia que necessita é básico que os nossos filhos tenham uma boa alimentação. No entanto, alguns alimentos proporcionam muito mais energia que outros. A gente conta para você quais são.

0 comentarios