Por que as salsichas podem matar uma criança

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

É um dos alimentos preferidos da criançada. Com tomate, ketchup e batatas. E ainda é fácil de cozinhar. Mais ainda de comer. É leve e seu sabor, delicioso. Mas, no entanto, milhares de crianças morrem todos os anos por sua culpa. Falamos das salsichas. 

Um dia tive a sorte de assistir a uma demonstração de primeiros socorros numa escola por membros do SAMUR (Serviço de Emergências Sanitárias de Madrid, Espanha). As crianças iam aprendendo técnicas de reanimação em caso de asfixia. No entanto, os profissionais disseram algo terrível: no caso de que o engasgo tenha sido por uma rodela circular de uma salsicha, não há nada o que fazer. 

Por que você não deve dar ao seu filho jamais uma salsicha cortada em círculos

por-que-as-salsichas-podem-matar-criança A 

Um dos maiores riscos de asfixia para crianças menores três anos é a salsicha. Melhor dizendo, a forma como cortamos uma salsicha: cortada em rodelas. Durante essa demonstração, a equipe de emergências explicou às crianças do perigo de comer uma salsicha cortada em rodelas. O diâmetro circular de uma salsicha tem o tamanho que se acopla perfeitamente à traquéia de uma criança menor de três anos. Se o pequeno não a mastiga e a rodela fica na horizontal tampando a traquéia, além de impedir a entrada de ar terá um efeito ‘ventosa’. Ou seja, é muito difícil tirar esse pedaço de salsicha circular. Ainda assim, nesses casos, sempre devemos tentar a manobra de Heimlich para casos de engasgos. 

Como cortar a salsicha para evitar engasgos nas crianças

1. Corte a salsicha na vertical, pela metade de forma alongada.

2. Agora sim, você pode cortar as partes longas das salsichas em vários pedaços. 

A asfixia é a quarta causa de morte em crianças menores de cinco anos. Pode ser por um brinquedo, uma peça da casa, e, é claro, por algum alimento. Entre os alimentos que produzem asfixia em crianças, os mais perigosos são os frutos secos e verduras cruas. No entanto, um dos alimentos que mais produzem engasgos em crianças menores de três anos são os deliciosos cachorros quentes. Somente nos Estados Unidos morrem mais de 10.000 crianças por ano causadas pelo hot dog. 

Por isso, os pediatras recomendam extremar a precaução na hora de cortar certos alimentos e postergar a introdução de alimentos como os frutos secos até os quatro ou cinco anos. A gente ficaria surpresa em comprovar a quantidade de alimentos que damos aos nossos filhos menores de três anos e que são potencialmente perigosos: pipocas, uvas, maçãs.

6 conselhos para evitar a asfixia por alimentos com nossos filhos

A prevenção é a única forma de proteger os nossos filhos de um episódio de asfixia. Quando se trata de alimentos, não existe outra maneira: 

1. Nunca corte a salsicha em ‘rodelas’ ou em círculos. Corte-a em pedaços irregulares.

2. Não dê alimentos duros muito pequenos ao seu filho menor de 3 anos. 

3. Não dê frutos secos ao seu filho até os quatro anos. 

4. Opte por alimentos que se desfaçam na boca com facilidade, como biscoitos do tipo ‘Maria’.

5. Não dê caramelos duros ao seu filho até os quatro anos nem ‘pegajosos’. 

6. Evite as pipocas de milho e os chicletes durante os três primeiros anos de vida. 

E, no caso de asfixia, a primeira coisa que você deve fazer é chamar o serviço de urgências e tentar a manobra de Heimlich. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com