As crianças também precisam de férias

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Um dos momentos mais esperados do ano é o período das férias. Tanto é assim, que dias antes delas chegarem parece que o tempo não passa. A gente está mais cansada, como pouca vontade de trabalhar e custa muito nos concentrarmos em nossas tarefas. Se isso ocorre com os adultos, por que não ia acontecer o mesmo com as crianças?

O que as crianças fazem quando estão de férias

Crianças de férias

Apesar de que na escola tem bastantes dias de férias anuais, as crianças, assim como os adultos se cansam da rotina, no seu caso, da escola: provas, deveres, aulas... As crianças também precisam de férias.

Muitos de nós, se pudéssemos, trocaríamos de lugar com as crianças, não é verdade? Já pensou ficar quase três meses de férias e viver nesse estado de despreocupação? Eu trocaria. No entanto, eles também sofrem os rigores do trabalho à sua maneira. Podemos notar que nossos filhos necessitam alguns dias de descanso da escola por sintomas como esses:

- Todo dia ao se levantar perguntam se tem que ir à escola e torcem o nariz quando a resposta é afirmativa.

- Estão mais cansados durante a manhã e querem dormir um pouco mais.

- Custa-lhes sentar e fazer os deveres, ficam procurando desculpas e já estão distraídos e com pouca capacidade de atenção.

- Estão mais irascíveis, de mau humor e se mostram mais impacientes.

Não temos que menosprezar o trabalho que nossos filhos têm na escola ou no colégio. Eles também madrugam, passam horas sentados na sala de aula prestando atenção no que diz o professor, fazendo trabalhos, anotando coisas importantes ou fazendo provas. Chegam a casa e geralmente têm que passar mais tempo realizando os deveres para o dia seguinte, e assim dia após dia. Isso pode esgotá-los mentalmente e repercutir na sua personalidade no final do curso. As férias servem, como a nós, para se oxigenarem, recuperarem as forças, mudar de ares, adquirirem um novo impulso e ‘recarregar as pilhas’ para a fase seguinte.

Por outro lado, é conveniente ressaltar, que durante as férias de verão (que são mais duradouras), os especialistas recomendam que o cérebro das crianças continue ativo e não parem o seu processo de aprendizagem durante todo esse tempo. Por isso não é ruim que elas realizem algumas tarefas para repassar o que foi aprendido durante o curso: um momento de leitura, algum ditado, exercícios de matemática... São tarefas que não levarão mais que meia hora em todo o seu dia ocioso e que serão muito benéficas para elas.

Alba Caraballo
Editora de GuiaInfantil.com