É mais fácil educar duas ou mais crianças do que somente uma?

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Muitas vezes tive que sair para fazer compras com todos os meus filhos porque ainda eram muito pequenos para ficarem em casa sozinhos, e, ao me verem que me seguiam obedientes como uns pintinhos à sua mamãe galinha, sempre me perguntavam: ‘Como você pode sair e se dar tão bem com tantas crianças, e eu, com apenas uma quase não dou conta?’ Talvez seja um bom elogio, mas seguramente também haja um pouco de verdade nisso.

Educar a duas crianças é o mesmo que educar a uma 

Educar a mais de dois filhos

Pode ser que seja a experiência que os pais vão adquirindo, ou pode ser o exemplo que o mais revoltoso pode copiar do mais tranquilo ou ainda porque as crianças que formam um grupo bem organizado são mais fáceis de lidar porque requerem menos atenção exclusiva dos seus pais e sentem acompanhadas.  

Mais de uma vez, eu perguntei às professoras sobre o comportamento das crianças na sala de aula, já que em determinadas idades fiquem um pouco alvoroçados ou exigentes. Quase todas elas concordam que as crianças na escola não se comportam da mesma maneira que em casa, são mais fáceis de conduzir, respondem bem à disciplina e ritmos marcados na aula (quando estão bem comandados). A criança sabe muito bem que na escola não se pode demandar a mesma atenção e mimo que aos papais em casa. Essa mesma criança que se porta estupendamente e obedece sem reclamar, em casa e sozinha, pode ser um autêntico turbilhão, ávida em chamar nossa atenção. 

As crianças são muito espertas e aprendem a se adaptar às distintas situações. A criança que habita em uma casa com vários irmãos, aprende (às vezes com lágrimas) a compartilhar brinquedos, o espaço e a atenção do papai e da mamãe. Mesmo assim, nas famílias com vários filhos, os mais velhos podem servir de ajuda aos menores e é o modelo em que os outros pequenos reparam; pode-se outorgar mais autonomia e incentivar mais a sua independência do que ao filho único; e requerem menos nossa atenção porque sempre tem um ou vários companheiros para brincar sempre à mão. Quando se é mãe de uma família numerosa, você sabe que o tempo se administra de outra maneira, e que, o trabalho em casa, sem dúvida aumenta, mas não de maneira exponencial, mas sim gradual. 

Educar a vários filhos pode ser mais fácil porque eles se sentem integrantes de um grupo em que o compartilhar, mais do que o exigir é o mais importante, e que os filhos menores (normalmente mais revoltosos) só tem que seguir o carro que tivemos que fazer andar com o nosso primeiro filho.  

Patro Gabaldón. Redatora