As mães têm um instinto natural com os filhos

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Muitas mulheres que ainda não são mães, não imaginam a quantidade de instintos naturais que podem ser despertados numa mulher quando ela se torna mãe. Nós, mães, temos um instinto natural com as crianças. Durante a gravidez, surgem muitas dúvidas sobre o tipo de mamãe nós seremos para os nossos filhos, se seremos capazes de atender convenientemente ao bebê, se estamos preparadas, se sabemos o suficiente do tema saúde e cuidados do bebê para que goze de todo o bem estar que necessita. 

O instinto natural aparece quando você se torna mãe

O instinto natural das mães

Todas essas preocupações e dúvidas logo se dissipam. No momento em que temos o nosso bebê nos braços, parece como se a sabedoria em forma de instinto natural se apodera da sua forma de pensar e de agir. Inclusive, durante o sono, que no meu caso sempre era muito profundo, era só o meu filho gemer porque tinha fome, que eu despertava prontamente. Suponho que muitas mães se identificarão comigo, em que existe uma força natural, um instinto que é despertado quando se dá a luz

São inúmeras as qualidades mágicas que se despertam diante dos olhos atônitos do nosso esposo em relação ao cuidado do bebê. Parece que temos uma antena parabólica que é ativada, sobretudo quando estamos dormindo, um termostato ou um termômetro que nos alerta quando nosso filho tem febre, a sensação olfativa que se ativa quando as fraldas estão sujas, as palpitações que sentimos quando o bebê pode estar incubando alguma doença ou quando sentimos que alguma coisa não vai bem com ele. 

De certa maneira, há quem possa pensar que todos esses instintos naturais são sem importância, ou até mesmo exagero, mas, no entanto, fazem parte da vida, da sobrevivência da espécie. São esses instintos naturais que nos transportam à essência do ser humano, à proteção do bebê e à nova vida que está a caminho, que assegura a criação e nos preparam para amar e proteger nossa descendência. Um dom dado por Deus. 

Marisol Nuevo. Redatora de Guiainfantil.com