O pior mês para engravidar na Europa

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Se você está pensando em ter um bebê, não perca de vista o calendário. Um estudo demonstra que dependendo do mês de concepção, os bebês podem ter uma maior ou menor facilidade para o aprendizado. 

Você quer saber quais são os melhores meses para engravidar? E quais você deveria evitar? 

Os piores e os melhores meses para a concepção do bebê

o-pior-mês-para-engravidar-na-europa A

Um estudo demonstra que os bebês concebidos entre janeiro e março (na Europa) têm, depois de nascer, mais problemas de aprendizagem. A razão? A gestante recebe menos Vitamina D, devido a que o seu primeiro trimestre de gravidez transcorre no inverno, a estação com menos raios de sol. 

Segundo essa teoria, os melhores meses para conceber seriam entre abril e agosto. 

O estudo foi feito por médicos britânicos. Para isso, foram analisados os processos de aprendizagem de mais de 800.000 crianças escocesas entre os anos 2006 e 2011. Os resultados? 8,9% das crianças concebidas no primeiro trimestre do ano apresentavam problemas de aprendizagem, contra 7,6% de crianças com aprendizagem concebidas entre julho e setembro. 

Também descobriram que a maioria das crianças com problemas como a dislexia, autismo ou déficit de atenção com hiperatividade tinha sido concebido no inverno. 

As causas, segundo eles, de novo se centralizam nas carências de Vitamina D durante a gravidez. Por isso, eles insistem na importância de administrar aos recém-nascidos suplementos de Vitamina D. Pelo menos deveriam tomar 10 mcg por dia.  

Evidentemente, o estudo foi feito na Europa. Não serve para países caribenhos em perpétuo verão ou em países onde o inverno transcorre nos meses de mais calor do hemisfério norte. No caso de muitos países da América do Sul, os meses menos propícios para a concepção seriam os que transcorrem entre junho e setembro. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com