A forma da barriga de uma gestante

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Tenho uma amiga que é venezuelana e que está vivendo a sua segunda gravidez na Espanha. Ela se sente bastante solitária, uma vez que sua mãe está a dez mil quilômetros, assim como as suas amigas. Isso me tornou, com grande prazer, no seu lenço de lágrimas. Minha amiga, ultimamente, me pergunta sempre: ‘você não acha que eu tenho pouca barriga?’. 

A verdade é que para as 20 semanas de gravidez que ela já tem, não parece que esteja grávida, apenas tem uma protuberância no abdômen. Ela estava muito preocupada pelo bem estar do seu bebê e achava que a sua barriga não estava crescendo corretamente porque apenas se notavam mudanças na sua fisionomia. Ontem voltei a vê-la e um grande sorriso iluminava seu rosto. Ela tinha feito uma ecografia e tanto o tamanho como o peso do bebê eram totalmente normais. 

Por outro lado, minha amiga estava certa que esperava um menino, já que a sua barriga era pontiaguda e, no entanto a ecografia também revelou o sexo do seu bebê: nascerá uma menina. 

O que nos diz o formato da barriga de uma gestante

a-forma-da-barriga-de-uma-gestante A 

As avós, a tradição, ou as crenças populares dizem que as gestantes com barriga redonda esperam meninas, enquanto as barrigas mais pontiagudas carregam um menino. Essas crenças que podem ter acertado em alguns casos são apenas mitos e sem nenhuma base científica.

Os médicos são claros em respeito à forma das barrigas das gestantes: cada gravidez é única e as dimensões e formas da barriga nas grávidas dependem de fatores distintos. De acordo com os ginecologistas, nada na forma da barriga da gestante detecta o sexo do bebê ou o tamanho do mesmo, ou seja, grandes barrigas não têm porque carregar bebês grandes. 

Os fatores que definem a forma da barriga

- As semanas de gravidez: quanto maior seja a idade gestacional, maior será a barriga. Duas mulheres na mesma semana de gestação não têm porque ter barrigas do mesmo tamanho. 

- Líquido amniótico: sua quantidade no útero ou o acúmulo de gases na gestante pode provocar que o volume do abdômen aumente. 

- Os músculos abdominais: mulheres com um tônus muscular bom terão uma barriga menor que uma mulher que tenha passado por várias gravidezes e cujos músculos abdominais tenha sofrido uma distensão várias vezes ou uma mulher com escasso tônus muscular. 

- A constituição física da mulher: mulheres com quadris largos terão uma barriga menos volumosa que as de quadris estreitos. 

Outros fatores como a gordura acumulada durante a gravidez ou o peso anterior da gestante influenciam na forma e no tamanho da barriga da grávida. Em todo o caso, os obstetras recomendam confiar nos exames médicos, nos quais se avaliam o tamanho do bebê em relação com a semana de gravidez, e não prestar atenção no formato da barriga. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com