Crianças com deficiência não são crianças com incapacidade

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Todo dia 3 de dezembro, desde 1992 é celebrado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. As Nações Unidas adotaram este dia para chamar a atenção sobre a necessidade de criar apoios para a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade

São consideradas crianças com deficiência aquelas que têm alguma deficiência física, mental, intelectual ou sensorial que as afetam na hora de participar plenamente na sociedade. 

Como ensinar as crianças a entender a deficiência

crianças-com-deficiência-não-são-incapacitade A 

Meus filhos vão a um centro de escolarização preferencial para crianças com deficiência motora. A escola está totalmente adequada para as crianças que se locomovem através de cadeiras de roda. Desde a educação infantil ensinam para as crianças sem deficiência a ajudar os seus companheiros, a entendê-los e a respeitá-los. A relação é benéfica para todos. 

Medidas como essa, que trata de conscientizar as crianças desde a infância melhoram as condições das crianças com deficiência, já que lhes integra dentro do grupo como iguais que são. 

Existe muito caminho a ser percorrido para criar uma igualdade de oportunidades para as crianças com deficiência ainda que a tecnologia tenha ajudado bastante aquelas crianças que têm acesso a ela para desenvolver habilidades e destrezas, que de outra forma seria mais complicado. 

Mais além do mundo da empresa ou da política onde é básico desenvolver programas ao alcance das crianças com deficiência e que levem em conta suas necessidades, os pais podem contribuir ensinando aos filhos a entender a deficiência: 

- Devemos falar com eles e fazê-los entender que a deficiência não é a mesma coisa que incapacidade. No Youtube existem muitos vídeos de crianças com deficiência com grandes talentos e que desenvolvem com excelência diversas atividades.  

- Podemos fazer atividades com os sentidos: tapar-lhes os olhos ou os ouvidos para que saibam o que se sente quando não se pode ver ou não se ouve. Assim promovemos a empatia da criança em relação a crianças com deficiência. 

- Contar histórias ou contos de personagens com deficiência.

- Promover a aproximação, as brincadeiras e a amizade com crianças com deficiência. 

Em todo o caso, o respeito e a empatia são os pilares sobre os quais devemos ensinar nossos filhos a entender a deficiência. 

Alba Caraballo

Editora de Guiainfantil.com