Os pés do meu bebê têm cheiro

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Já ouviu aquela expressão: ‘é mais feio do que um pé?’ É claro que não posso me referir a esses pequenos e preciosos pés de dedos rechonchudos que os bebês têm: ‘dois pés que cabem em um só beijo’, como dizia o poeta Miguel Hernández. Manter os pés dos bebês e das crianças bonitos e saudáveis faz parte do cuidado diário, já que são e sempre será por muitos anos o seu sustento. 

Desde quando o bebê se coloca em pé, a higiene dos pés e a escolha do calçado são importantes para evitar possíveis patologias no futuro: fungos, odores, deformações, calos, feridas... 

Os pés do bebê

os-pés-do-meu-bebê-têm-cheiro A

Durante a infância o pé da criança vai se desenvolvendo, e em ocasiões, cresce muito rápido, por isso devemos cuidar dessa etapa do seu desenvolvimento com muito carinho e cuidado. Limpar e ensinar nossos filhos progressivamente na manutenção da higiene dos seus pés, e prestar atenção aos materiais das meias e calçados deles. 

Para minha mãe era uma tradição muito importante, comprar os primeiros sapatinhos dos seus netos, uma vez que ela tinha pés muito delicados e sabia muito bem da importância da escolha de um bom calçado. O calçado, além de ser esteticamente bonito, deve ser funcional, favorecer o desenvolvimento da criança e preservar a saúde dos pés para que nosso pequeno dê os seus primeiros passos com tranquilidade. O sapato infantil deve ser de couro, sola flexível, transpirável, cômodo, com boa aderência e leve. 

Desde muito pequeninos (e muito mais quando vão crescendo) os pés das nossas crianças podem suar, por isso devemos incentivar bons hábitos no cuidado dos pés. O cheiro dos pés pode ter causas diversas: má higiene, fungos, bactérias ou calçado inadequado. Entre os cuidados básicos recomendamos uma boa limpeza com água e sabão, e depois secá-los perfeitamente entre os dedinhos, além de cortar as unhas dos pés sempre que for necessário, mantendo-as curtas e retas, mas sem aparar muito. 

É importante que o pé se mantenha seco sempre, na medida do possível, por isso as crianças que suam muito os pés devem trocar de meias várias vezes ao dia. Além disso, as meias devem ser de algodão, que absorvem melhor o suor do que os materiais sintéticos e uns sapatos que transpirem corretamente. Também é bom que as crianças, de vez em quando, possam caminhar descalças ou com meias sobre superfícies quentes ou sobre a areia da praia ou da grama. E, para aquelas crianças que apresentam suor muito persistente, os pais podem aplicar um pouco de vinagre ou infusão com chá com água fresquinha antes de deitá-las. Também existem sais e outros remédios farmacêuticos para evitar excessiva transpiração.

Patro Gabaldón

Redatora de Guiainfanti.com