Crianças que dormem mal. Crianças nervosas

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O som do despertador é sempre incômodo quando dorme pouco e mal. Todos nós quando dormimos mal alguma vez, e sabemos que isso anuncia um dia ruim, não é verdade? A mesma coisa ocorre com as crianças. A criança que não se porta bem se mostra inquieta, impulsiva, nervosa ou manifesta cansaço e falta de atenção, muitas vezes é porque tem dormido mal e pouco

Os problemas de sono nas crianças

crianças-que-dormem-mal-crianças-nervosas A

Os problemas ou a falta de sono na maioria dos casos acabam repercutindo no comportamento das crianças. Crianças saudáveis, mas que dormem mal e pouco podem apresentar os mesmos sintomas que sofrem as crianças com o Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Esta é a conclusão de um estudo da Universidade de Helsinki, Finlândia, publicado na revista ‘Pediatrics’. 

A pesquisa foi feita com 280 crianças menores de sete anos com a participação dos seus pais. Utilizou-se uma técnica (actigrafia) que consiste no registro de movimentos da mão da criança durante as horas de sono, o que permite detectar não apenas os padrões de sono-vigília, como também as apneias noturnas, a insônia, entre outros problemas. Os dados obtidos com essa técnica foram contrastados com dois questionários, um sobre o sono e outro sobre a hiperatividade, que os pais das crianças responderam. Percebeu-se que os comentários dos pais sobre as horas de descanso dos seus filhos não coincidiam com os resultados da actigrafia. Isso demonstrou que nem todos os pais são conscientes do tempo real de sono dos seus filhos (de quanto dormem). 

Uma criança de sete anos descansa mal quando vai para a cama tarde e se levanta à noite com frequência e dorme poucas horas, ou seja, menos de nove a dez horas. Segundo os pesquisadores, nas últimas décadas o tempo de horas de sono tem sido cortado em todos os países ocidentais. Nos EUA um terço das crianças possui um sono inadequado. 

O que os pais podem fazer para evitar que os seus filhos tenham problemas para despertar ou acordar, sonolência diurna, dor de cabeça, nervosismo e irritabilidade? Os pesquisadores concordam que é importante que os pais mantenham rotinas adequadas em relação ao sono dos seus filhos: 

- Assegurar-se que as crianças vão sempre para a cama na mesma hora

- Controlar o tempo que as crianças estão expostas à televisão ou internet, principalmente a partir do período da tarde. 

- Ensinar às crianças a importância do descanso adequado, também com exemplos

- Consultar um especialista se os sintomas de um sono inadequado persistem.

Vilma Medina
Diretora de GuiaInfantil.com