Dicas para controlar a fome na gravidez

Como conseguir não comer demais durante a gestação

Vilma Medina

Vilma Medina

Os tempos de ‘comer por dois’ já ficou para trás. A gravidez é um processo muito bonito que requer uma série de cuidados especiais antes que o bebê nasça, mas também é necessário cuidar do que a futura mamãe come durante os nove meses de gestação

Para isso é necessário que a gente conheça dicas para manter o peso durante a gestação e também uma série de conselhos para controlar a fome na gravidez. 

A dieta equilibrada na gravidez

dicas-para-controlar-fome-gravidez A

Engordar o mínimo possível durante a gravidez é necessário para que a mãe se mantenha com energia e o bebê cresça sadio e forte no ventre materno. Abusar das gorduras ou de alimentos que possam fazer com que a gestante aumente muito de peso não é positivo para o processo gestacional. Não se trata de fazer uma dieta, mas de levar uma vida equilibrada em questões de saúde e alimentação.

Nesse sentido é recomendável não abusar das carnes vermelhas ou salgadinhos e batatas fritas que saciam a fome, mas contribuem com calorias negativas no organismo. Levar uma vida equilibrada com frutas, verduras, carnes brancas ou alimentos desnatados serão uma boa opção, além do que é necessário o Omega 3 e as vitaminas para o desenvolvimento do bebê

Conselhos para controlar a fome na gravidez 

Mas, se o que acontece com a gestante é uma fome difícil de controlar, o melhor é que saiba como enfrentar essa sensação de querer comer muito mais do que o recomendável. 

1. Um bom café da manhã: Não é um mito que o café da manhã seja a comida mais importante do dia. Se o desjejum for feito de forma adequada, ou seja, abundante e variado: lácteos, cereais, frutas e inclusive pão integral com presunto de peru se nos apetece algo mais substancioso, a fome que a gestante vai sentir ao longo do dia será muito menor, já que ela poderá contar com energia desde a primeira hora. 

2. Alimentos saudáveis entre as refeições: Uma boa dica é não deixar de fazer uma ‘boquinha’ entre as refeições, sempre evitando os salgadinhos e doces e incluir frutas da estação ou iogurtes desnatados. 

3. Hidratação: Beber água e sucos é muito importante, e também consegue fazer com que a sensação de fome diminua quando ainda não é a hora de comer, nem de merendar nem de jantar. Por isso, os líquidos devem estar presentes nessas dicas, porque além do mais ajudará para que não se retenham líquidos e apresente uma boa pele. 

4. Jantar mais cedo: Não é necessário alongar o momento do jantar até bem a entrada da noite, por isso é mais recomendado o conceito ‘merenda-jantar’, para que a fome nõa se estenda e a gestante se sinta saciada e já tenha feito a digestão antes de ir para a cama

Marta Marciel

Redatora de GuiaInfantil.com

Náuseas e vômitos na gravidez: causas e soluções

Náuseas e vômitos na gravidez: causas e soluções

Sentir náuseas y ganas de vomitar são um dos primeiros sintomas da gravidez. As mulheres que sofrem desse incômodo sentem desde as primeiras fases de gravidez. As náuseas podem acontecer principalmente pela manhã, mas algumas gestantes as sentem durante o dia todo.

O excesso de salivação na gravidez

O excesso de salivação na gravidez

Um dos sintomas comuns na gravidez é o excesso de salivação, também chamado de ptialismo ou sialorreia. A secreção diária normal é de aproximadamente 1 litro e aumenta nos momentos da ingestão de alimentos, podendo passar de 10 litros nos casos de sialorreia intensa.

Azia e acidez no estômago durante a gravidez

Azia e acidez no estômago durante a gravidez

A azia e acidez de estômago durante a gravidez é uma sensação muito comum nas gestantes. Acontece porque o crescimento do útero produz o deslocamento do intestino e do estômago. Isso favorece com que a comida e sucos gástricos voltem para o esôfago. O ácido gástrico é irritante e por isso essa sensação de ardor e queimação na área da garganta até o esterno.

Cuidados com a cicatriz após uma cesárea

Cuidados com a cicatriz após uma cesárea

Há poucos anos, a hospitalização depois de uma cesárea era de pelo menos uma semana, no entanto, hoje em dia os tempos se reduziram muito. Geralmente, após 3 ou 4 dias na maternidade, a mulher já recebe alta, e os cuidados da ferida serão por sua total responsabilidade.

Ansiedade na gravidez

Ansiedade na gravidez

A gravidez pode ser um momento doce para as mulheres, cheio de alegria e expectativa pela chegada de um novo membro à família. No entanto, como qualquer situação que leve a uma mudança, pode gerar também sentimentos opostos e em algum momento dos 9 meses de esperar a mulher pode chegar a sentir ansiedade.

0 comentarios