Conselhos para pais de crianças viciadas em tablets

O que fazer se o seu filho só quer brincar com o tablet

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Hoje em dia parece que as crianças nascem com um tablet embaixo do braço, e o uso dessas novas tecnologias lhes são quase inato. Desde que as crianças nascem elas têm as novas tecnologias ao seu redor, por isso o aprendizado desses equipamentos são adquiridos até mesmo antes de começar a falar. 

O que os pais podem fazer se os seus filhos só querem brincar com tablets e smartphones? Como orientá-los se eles sentem que o seu pequeno está viciado e dependente das novas tecnologias? 

O que fazer se o seu filho tem vício ao tablet

conselhos-para-pais-de-crianças-viciadas-tablets A 

Por causa disso, torna-se quase primordial na educação dos filhos que os tablets não sejam o centro das atenções das suas vidas e que se concentrem em aprender a desfrutar da companhia de outras pessoas e de outros jogos mais ativos e conectados com ‘a vida real’. Se você já tem um filho viciado ao tablet não perca os seguintes conselhos: 

1. Lugar comum. Uma forma de que o seu filho não se torne um viciado ao tablet é que você mantenha este aparelho sempre em um lugar onde toda a família possa ter acesso livremente, por exemplo, na sala da casa. Deste modo, você poderá vigiar o que o seu filho está fazendo e com o que está brincando em cada momento.

2. Limite o tempo de jogo. É necessário que as crianças desfrutem de outras atividades que lhes permitam fazer amizades e interagir, por isso imponha um tempo limite para o uso do tablet. 

3. Imponha normas. Quando uma criança é viciada ao tablet, ela não poderá entender que existirão normas e limites, sobretudo quando nunca houve. Neste sentido é necessário avisá-la qual o momento em que pode e que não pode jogar. Para evitar uma birra antes de finalizar o tempo de jogo você terá que avisá-la 10 minutos antes que tenha que desligar o aparelho. 

4. Você é o dono. É importante que as crianças não tenham o seu próprio tablet, já que você poderia perder o controle do mesmo. O tablet estará sob a sua responsabilidade e a criança só brincará com ele somente quando você permitir. Se o tablet venha a se tornar em um sério problema, os pais devem restringir o seu uso durante algum tempo.

5. Outras atividades. Para algumas crianças os jogos são mais do que uma simples diversão e é uma forma de aliviar o estresse e poder ter uma melhor vida social. Quando você restringir o uso do tablet, assegure-se que o seu filho terá outras atividades e que não carregue o smartphone nos bolsos. Praticar esportes, passear ou montar em bicicleta são ótimos exemplos.

6. E é claro, você não pode se esquecer de ser um bom exemplo diante dos seus filhos. Desconecte de tanta tecnologia e passe um tempo de qualidade com seus filhos!