Sinais que o seu filho está viciado em tecnologia

Os pais devem estar atentos a alguns sinais de excesso no uso das novas tecnologias

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Cada vez mais cedo as crianças têm acesso às novas tecnologias. Os smartphones, tablets e videogames estão cada vez mais presentes na vida das crianças e em idades cada vez mais precoces. 

Como consequência desse vício pelas novas tecnologias estão o baixo rendimento escolar, falta de interação com outras crianças e necessidade exagerada de registrar todas as suas atividades nas redes sociais, um perigo para as crianças. 

A internet é uma excelente aliada nos trabalhos escolares, mas os momentos de distração sem limites estão criando uma geração de viciados em tecnologias.

Quando a criança está viciada no uso de dispositivos tecnológicos

sinais-que-o-seu-filho-viciado-tecnologia A 

Quando outras áreas da vida da criança são prejudicadas pode ser que ela esteja viciada nas novas tecnologias. As utilizações da tecnologia e dos equipamentos não devem atrapalhar os relacionamentos pessoais

Como o início do uso de smartphones e tablets é cada dia mais precoce, a tendência disso se tornar um vício é cada vez maior.  Muitos pais, tentando entreter as crianças, acabam oferecendo essas novas tecnologias para a criança ficar quieta. Smartphones e tablets não são babás.

Sinais de que o seu filho pode estar viciado

1 – Quando a criança ou adolescente tem mania de mostrar tudo o que está vivenciando nas redes sociais. Um alerta para os pais para protegerem seus filhos de pedófilos e de pessoas más intencionadas na internet. Os pais devem ensinar seus filhos a navegarem na rede e a comprar filtros parentais

2 – Quando as relações pessoais, familiares e com amigos começam a ser prejudicadas pelo excessivo uso das tecnologias. Manter boas amizades é importante para o bom desenvolvimento da criança. Os pais devem incentivar as brincadeiras ao ar livre

3 – Quando a criança começa a mentir – até mesmo fingir que dormiu – para continuar a acessar redes sociais é sinal de vício. De acordo com estudos recentes, os pais devem exigir que as crianças desliguem os aparelhos pelo menos com uma hora antes de dormir ou os deixem com eles. O sono da criança pode ser prejudicado

4 – Quando a criança não consegue assistir a um filme ou conversar com amigos sem estar constantemente checando as redes sociais compulsivamente é um sinal de que o seu filho pode estar viciado nisso. 

5 – Quando a criança prefere ficar em casa jogando videogame ou acessando a internet ao invés de participar de brincadeiras com outras crianças ou ir a um evento social. 

6 – Quando o rendimento escolar começa a piorar porque a criança tem passado muito tempo nas redes sociais ou assistindo vídeos e músicas ao invés de se dedicar aos estudos. 

7 – Quando a criança se irrita demais quando a internet cai, a bateria do seu celular acaba ou o sinal não é bom. 

8 – Quando atividades essenciais como o banho, a comida ou até mesmo dormir começam a ser prejudicadas pelo uso do computador é um grande sinal de vício. 

9 – Quando a mãe ou o pai tiram o aparelho do filho ele se irrita muito e até mesmo se descontrola. 

Os pais, nessa nova geração, devem estar atentos a esses sinais e desde cedo estipular horários e tempo para a utilização de smartphones, tablets, videogames, televisão e o computador. A utilização de filtros parentais também é necessária, além dos pais ensinarem aos filhos a navegarem na internet e constantemente mostrarem os perigos que isso pode trazer a eles

Pablo Medina

Editor de Guiainfantil.com