Os dois amigos. Fábula de La Fontaine

Fábulas infantis para crianças

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Com as fábulas de La Fontaine você poderá encontrar relatos para educar as crianças com valores. Nestes populares contos curtos, as crianças encontrarão valiosas lições sobre a honestidade ou a solidariedade

Os contos infantis contribuem para desenvolver a imaginação e a criatividade dos seus filhos. Na fábula ‘os dois amigos’, as crianças descobrirão um valioso ensinamento da importância da amizade.

Os dois amigos. Fábula sobre a amizade

os-dois-amigos-fábula-la-fontaine A 

No mundo em que vivemos a verdadeira amizade não é muito frequente. Muitas pessoas egoístas esquecem que a felicidade está no amor desinteressado que a gente brinda com os outros. 

Esta história se refere a dois amigos verdadeiros. Tudo o que era de um, era do outro também. Eles se admiravam, se respeitavam e viviam em perfeita harmonia.

Certa noite, um dos amigos acordou sobressaltado. Pulou da cama e se vestiu apressadamente e se dirigiu à casa do outro. Ao chegar, bateu fortemente na porta do amigo e todos despertaram. Os criados abriram a porta assustados e ele entrou na residência. O dono da casa, que o esperava com uma sacola de dinheiro em uma mão e sua espada na outra, disse-lhe: 

- Meu amigo: sei que você não é homem de sair correndo em plena noite sem algum motivo. Se você veio à minha casa é porque alguma coisa grave te aconteceu. Se você perdeu dinheiro no jogo, aqui está o dinheiro, pegue-o. E se você se envolveu em alguma briga e necessita de ajuda para enfrentar os que te perseguem, a gente vai lutar junto. Já sabe que pode contar comigo para tudo. 

O visitante respondeu:

- Eu agradeço muito as suas generosas ofertas, mas não estou aqui por nenhum desses motivos. Eu estava dormindo tranquilamente quando sonhei que você estava intranquilo e triste e que a angústia te dominava e que estava precisando de mim ao seu lado. O pesadelo me preocupou e por esse motivo eu vim para a sua casa a essa hora. Eu não poderia ficar tranquilo enquanto não comprovasse por mim mesmo que você estava bem. 

Assim se comporta um verdadeiro amigo. Não espera que o seu companheiro procure por ele, mas quando acha que algo está acontecendo, ele corre para oferecer sua ajuda. Moral da história: estar atento às necessidades do outro e tratar de ajudar para solucioná-las, ser leal e generoso e compartilhar não somente as alegrias, mas também as tristezas. 

Se você conhece alguma outra fábula para crianças e quer compartilhar com a gente, a gente vai adorar recebê-la. 

Guiainfantil.com