Basquete para crianças

O basquete fortalece os músculos e estimula o trabalho em equipe

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Dentre os esportes coletivos, dois se destacam dentre os outros: futebol e o basquete. Tanto um quanto o outro são disciplinas que permitem a criança desenvolver sua capacidade de velocidade e resistência, a melhorar sua coordenação de movimentos, além de estimular o trabalho em equipe, o companheirismo, a solidariedade e a generosidade entre as crianças.  

A história do Basquete 

O basquete, também denominado basquetebol vem do inglês basket (cesta) e ball (bola), e nasceu como resposta à necessidade de realizar algum tipo de atividade esportiva numa quadra de esportes coberta durante o frio inverno dos Estados Unidos. 

O professor canadense, James Naismith foi o encarregado de idealizar um novo esporte em dezembro de 1891. Relembrando um jogo antigo da sua infância, que consistia em tentar acertar com uma pedra a um objeto sobre a rocha, colocou umas caixas de pêssego abertas de ambos os lados em uma grade e estabeleceu regras para a nova atividade.  

Em 1892, nasceu o basquete feminino e com o passar do tempo as cestas de pêssego se transformaram em aros de metal com uma rede que conhecemos até hoje. Em 1928, o basquete se tornou esporte olímpico e começou a ganhar adeptos por todo o mundo, criando-se instituições dedicadas unicamente a organizar competições de basquete.  

Benefícios do basquete para as crianças

Indicado para crianças a partir dos 5 anos, o basquete se joga com equipes formadas de cinco crianças cuja missão é introduzir a bola pelo aro da cesta, situada a uma altura de 3 metros, ainda que varie de acordo com a idade da criança. Além de estimular o trabalho em equipe, o companheirismo, a generosidade e a solidariedade, o basquete tem muitos outros benefícios físicos para as crianças: 

- Ajuda no desenvolvimento da concentração, da velocidade, do autocontrole, da confiança e do equilíbrio. 

- Fortalece os músculos de todo o corpo, em especial os músculos das pernas. 

- Estimula o desenvolvimento do aparelho motor. 

- Aumenta a resistência física das crianças. 

- Contribui para queimar grandes quantidades de calorias, favorecendo que as crianças não sofram problemas como a obesidade infantil. 

Ángela del Caz. 

Redatora de GuiaInfantil.com