Adaptação à escola

Conselhos para uma melhor adaptação da criança à escola

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Nossa capacidade de adaptação às novas situações não se pode comparar com os recursos que uma criança tem para se adaptar. A gente conta com uma bagagem de experiências que nos permite adaptarmos às novas situações de uma forma mais suave e controlada. 

A capacidade de uma criança para se integrar em um ambiente novo depende da sua forma de ser, mas também de como se desenvolvem as pautas de sua adaptação. Sair de casa e se integrar num ambiente novo, com companheiros aos que nunca tinha visto nunca, com normas distintas que há que aprender e em um lugar desconhecido não é fácil. A ajuda do papai e mamãe é essencial nessa fase.

Conselhos para uma boa adaptação à escola da criança

adaptação-à-escola A 

Na primeira infância, tudo é novo para as crianças. E somente nós, os pais somos os únicos que podemos ajudar-lhes com o apoio e a compreensão que eles necessitam em momentos como este. A integração da criança em uma escola deve se realizar paulatinamente, ou seja, passo a passo, sem pressas nem nervosismo. É muito importante respeitar os tempos e as exigências de cada criança em particular. 

Para conseguir que o seu filho se adapte bem à escola infantil ou à escola, sobretudo se for a primeira vez que a criança esteja sendo levada pela primeira vez é recomendável seguir esses conselhos que lhe ajudarão a superar essa situação com naturalidade. 

1. Adaptação de horário. No início, leva a criança somente algumas horas à escola infantil, e pouco a pouco o horário pode se estender. Cada criança necessita do seu tempo.  

2. Objetos de apego. Deixe que o seu filho leve, se assim o desejar, o seu brinquedo preferido, ou algo que lhe seja familiar e lhe mantenha unido com seu lar.  

3. Despedidas rápidas. Evite prolongar as despedidas em excesso. Há que transmitir segurança à criança e evitar dramas. O seu filho deve saber que dentro de pouco tempo os pais virão levá-lo de volta a casa e que você estão fazendo o melhor para ele. 

4. Motivação e ânimo. Ao sair da escola infantil dedique tempo ao seu filho, brincando com ele. É bom que descubra que o que ele faz na creche ou escola não é tão diferente do que faz habitualmente em casa. Anime-o a compartilhar contigo as experiências que aprende na escola. E demonstre alegria e entusiasmo pelos seus progressos. 

5. Entradas e saídas. É conveniente que a mãe ou o pai vão levá-lo e pegá-lo. Essa rotina lhe proporcionará segurança e, além do mais, se acostumará antes à mudança. 

6. Contato direto. Sempre que considerar necessário fale com a professora ou educadora sobre suas dúvidas, inquietações e sobre qualquer mudança que observar com o seu filho. 

7. Atividades. Busque estar informada sobre as atividades que estão desenvolvendo em sala de aula: desenhos, canções novas, estações do ano, etc., para entender e potencializar seu aprendizado. 

8. Evolução e etapas. Os aspectos da evolução da criança devem ser coordenados com os educadores (retirada das fraldas ou da chupeta) para que acompanhem da mesma forma em casa ou na escola. 

9. Alimentação. Procure levar em conta o que o seu filho come todos os dias na escola infantil solicitando o cardápio para poder oferecer-lhe uma dieta mais equilibrada. 

10. Ambiente relaxado. Para uma melhor adaptação da criança à escola infantil convém que o seu dia comece sem pressas ou nervosismos para sair de casa. Assim que nada de pressas pela manhã. Procure despertar-lhe com tempo para que tome um café da manhã tranquilamente e se dirija à escola infantil sem pressa nem nervosismo.