Como preparar o bebê para ir à escola infantil

Quando é o melhor momento para levar o bebê à escola infantil

Vilma Medina

Vilma Medina

Ainda que o bebê passe seus 18 meses de vida no seio da família, e não na escola infantil, nem sempre se pode deixar o bebê em casa, devido a que a família deve viver de acordo com as suas circunstâncias. No entanto, de acordo com a idade e a evolução do bebê podemos estabelecer momentos mais favoráveis que outros para levar pela primeira vez o bebê à escola infantil

Quando é o melhor momento para levar o bebê à escola infantil?

como-preparar-o-bebê-escola-infantil A

O momento perfeito é antes de cumprir os 8 meses ou passados os 18 meses. A pior época se encontra entre os 8 e os 18 meses, que é quando se produz a etapa do ‘medo da separação’ do bebê com o adulto de referência e se inicia o seu medo com estranhos. 

1. Lembre-se. Se a sua opção for levar o bebê a uma escola infantil, você deve: 

- Não se sentir culpada.

- Não tentar constantemente satisfazer ao seu filho. Com isso não melhoramos a sua educação. Ele se tornará uma criança mimada e caprichosa.

2. Reflita. Sua atitude deve ser positiva. Devemos pensar que: 

- Seu bebê está evoluindo adequadamente.

- O bebê terá que compartilhar as circunstâncias que ele estiver acostumado viver na sua família. 

- Você escolheu com esmero o melhor lugar para o seu filho.

Recomendações para uma melhor adaptação do bebê 

1. Incorporação progressiva. É melhor se tivermos a oportunidade de levar a criança (no início) somente por algumas horas. Cada criança tem o seu próprio ritmo de adaptação e precisará do seu próprio tempo. 

2. Sem pressas pela manhã. Convém despertá-lo a tempo para que tome o café da manhã tranquilamente e para que você possa levá-lo sem inquietações para a escola. 

3. Seu brinquedo favorito. Deixe que a criança leve o seu brinquedo preferido, algo que lhe seja familiar e lhe mantenha unido ao seu lar.

4. Adeus com segurança e alegria. Evite que a despedida se prolongue em excesso. Os pais devem transmitir a segurança à criança de que está fazendo o que é melhor para ela. 

5. Atitude positiva. Sua atitude é muito importante. É necessário agir com segurança, sem dúvidas ou culpas. Devemos evitar dizer mentiras, como: ‘eu volto agora mesmo’; devemos evitar também a chantagem afetiva: ‘não chore porque senão mamãe vai ficar triste’ e devemos evitar também dizer-lhe ao pegá-lo na escola: ‘pobrezinho, mamãe te deixou sozinho, não é?’. A criança deve notar que a gente se sente seguro, e se pensamos que a escola é a melhor opção para o nosso filho, nós temos que convencê-lo disso. 

6. Levá-lo e buscá-lo pessoalmente. É conveniente que a mãe ou o pai deve levar o filho e também buscá-lo, pelo menos durante o período de adaptação e sempre que puder. Isso lhe proporcionará segurança. E ele se acostumará antes às mudanças.

7. Dedicar tempo para as brincadeiras em casa. Ao sair da escola infantil dedique tempo à criança brincando com ela. Anime-a em compartilhar contigo as experiências que ele aprendeu na escola. E demonstre alegria e entusiasmo pelos seus progressos. 

8. Continuidade em casa. Informe-se sobre as atividades que estão se desenvolvendo na escolinha: desenhos, canções novas, estações do ano, etc. Para entender e potencializar suas conquistas. 

9. Tirar suas dúvidas com a Escola Infantil. Sempre que você sentir necessidade, fale com os profissionais do centro sobre as suas dúvidas, suas inquietações e sobre qualquer mudança observada no seu filho. Confie na equipe do centro educativo. 

10. Sintonia com a Escola Infantil. Os aspectos da evolução da criança devem ser sintonizados com os profissionais da escolinha (retirada das fraldas, da chupeta, etc.). 

11. Alimentação equilibrada. Procure se informar o que a criança come diariamente na escola para oferecer-lhe uma dieta equilibrada com as jantas em casa. 

12. Rotinas. É fundamental que você tenha boas rotinas em casa.

Em que devemos nos fixar para escolher uma escola infantil para o bebê?

O mais importante é que você se prepare bem para o início na escola infantil, que procure entre as diversas escolhas e eleja a que mais se adapte às suas necessidades. 

Visitar a escola, conhecer o pessoal, ver quais aspectos trabalham e como trabalham, quais atividades eles realizam, o número de crianças por aula, o número de professores de apoio por classe. São coisas que você deve saber para se encantar na escolha de um lugar por outro.

María Algueró

Experta em Atenção Precoce

Mestre em Educação Infantil (especialista 0-3)

Educadora de Massagem Infantil 

Instrutora independente Cincodeditos

A escola e as crianças

A escola e as crianças

Por que se deve ir à escola? É necessário ir ao colégio não só para aprender a ler, escrever e a contar. Além de aprender tudo isso, a criança vai formando gradualmente seu caráter, sua capacidade de reflexão e responsabilidade, ao mesmo tempo que amplia seus conhecimentos.

Quando devo levar meu filho à creche?

Quando devo levar meu filho à creche?

Levar o bebê à creche? Devem considerar as seguintes situações: a família, a disponibilidade de horários, o estado da criança. Mas, em geral, recomenda-se que leve a criança à creche quando são capazes de andar, de dizer algumas palavrinhas, e quando se encontrem em condições de adaptar-se às novas situações.

O que se deve esperar e exigir de uma creche ou escola infantil

O que se deve esperar e exigir de uma creche ou escola infantil

Existem circunstâncias como o trabalho e o desenvolvimento profissional dos pais que faz com que tenham que deixar seus filhos aos cuidados e atenção de creches ou escolas infantis. Nessa hora, a escolha de uma boa creche é primordial para os pais e seus filhos.

A volta às aulas sem dramas nem preguiças

A volta às aulas sem dramas nem preguiças

Quando falta muito pouco para as aulas voltarem, muitos pais levam as mãos à cabeça preocupados em como o seu pequeno vai reagir quando tiver que voltar à escola, ao ter que despertar mais cedo, voltar às obrigações ou a ter que deixar de estar brincando o dia todo.

Como é difícil deixar o bebê na escola ou na creche

Como é difícil deixar o bebê na escola ou na creche

Eu me lembro perfeitamente como eu me senti mal quando tive que deixar a minha filhinha na escola infantil ou creche pela primeira vez. Nestes dias, eu tenho sentido a aflição de uma colega de trabalho. Ela está passando mal com os primeiros dias do seu bebê na creche.

0 comentarios

Ad