Sentimento de culpa nas mães

Vilma Medina

Vilma Medina

Mommy Guilt (Mamãe Culpada) é um livro sobre a maternidade que está tendo um sucesso enorme nos Estados Unidos (ainda não tem tradução para o português). Somente o título provoca a empatia de milhares de mães que se sentem culpadas com algum aspecto na criação dos seus filhos.

Você é uma mãe que se sente culpada? Suponho que a maioria, ou pelo menos as que se analisam como mães se sentem. Às vezes somos ‘mães ruins’, mães imperfeitas, mães que ainda querendo ser a melhor do mundo, acabamos cometendo erros que nos fazem sentir culpadas. Mas, esses sentimentos são bons? Como podemos conviver com o remorso?

Como superar a sensação de ser uma mãe ruim

sentimento-de-culpa-nas-mães A

Mommy Guilt, escrito por Julie Bort, mostra uma pesquisa nunca antes realizada, em que mais de 1.300 pais pesquisados, 96% se sentiam culpados em algum aspecto da criação dos seus filhos. Os erros mais frequentes confessados incluía gritar com os filhos ou o pouco tempo que tem com eles por causa do trabalho. O livro pretende ser uma auto-ajuda para todas aquelas mães e pais que têm remorsos e oferece conselhos para lidar com essa sensação de culpa.  

Eu não gosto de limpar cocô, de me levantar oito vezes durante a noite, já não desfruto da hora do banho que tanto me dava prazer. Ir ao parque para mim é muito chato, fico cansada e perco a paciência e grito com os meus filhos, e o tempo que consigo dedicar a eles nem sempre é de qualidade... Todas essas sensações que eu tenho e que, estou certa que muitas outras mães sentem, nos fazem sentir culpadas e que somos mães ruins. 

Como deixar de se sentir assim e não cair na frustração quando empregamos 100% no cuidado das crianças? Este livro nos oferece uma ferramenta: não cair numa armadilha. Ninguém gosta de limpar cocô, nem de dormir mal, e dar banho numa criança é esgotante e todo mundo perde a paciência. Somos humanos e não super-heróis. 

Os livros de auto-ajuda como este, não são milagrosos. Pelo fato de lê-los não iremos deixar de perder a paciência ou fazer com que ir ao parque seja um momento de festa, mas esses livros nos ajudarão para aprendermos a lidar com estas sensações e fazer com que nos sintamos mais satisfeitos com nós mesmos quando estamos dando o máximo pelos nossos filhos. Em resumo, a aprender a agir de forma responsável com nossos filhos sem que a culpa nos paralise. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com

Ser mãe. O que é?

Ser mãe. O que é?

Ser mãe. O que implica ser mãe. Ser mãe é ter a valentia dos guerreiros e um instinto protetor como de uma verdadeira guardiã. É ter um amor incondicional por alguém que ainda não conhecemos bem, mas que já ocupa o lugar mais importante na nossa vida.

Crianças Sensíveis. Suas emoções e sentimentos

Crianças Sensíveis. Suas emoções e sentimentos

A Criança Sensível é facilmente reconhecida. Ela possui habilidades e percepções da vida diferente das outras crianças. Ela vai do riso ao choro com facilidade e se emociona com situações do cotidiano, além de apresentarem traços incomuns em seus desenhos.

Sintomas de uma criança superprotegida

Sintomas de uma criança superprotegida

O erro mais comum que encontramos hoje em dia na educação das crianças é, sem dúvida nenhuma, a superproteção. Fala-se muito disso, dos efeitos que têm sobre as crianças, mas em uma porcentagem muito alta, os pais não sabem em que consiste a superproteção.

Será que eu sou uma mãe ruim?

Será que eu sou uma mãe ruim?

Que mãe eu sou! É uma frase que seguramente muitas mães pensam, mas não têm coragem de dizer em voz alta. E como parece difícil reconhecer que somos imperfeitas. Às vezes gritamos, protestamos, somos injustas, relaxadas, exigentes ou autoritárias.

Quando a mamãe trabalha em casa

Quando a mamãe trabalha em casa

Alguma vez você já tentou trabalhar com seus filhos ao seu redor? Realizar as tarefas domésticas já é complicado quando se têm crianças, tanto que uma simples tarefa de colocar as roupas na lavadora se converte em uma odisseia.

5 conselhos para que o seu filho seja mais independente

5 conselhos para que o seu filho seja mais independente

Muitos pais sem se dar conta acabam superprotegendo os filhos e fazendo as coisas por eles o tempo todo, inclusive as coisas mais bobas. Tudo isso para que os filhos não se esforcem ou pensando que fazendo por eles mesmos seja mais rápido e menos complicado.

0 comentarios