O bom e o ruim das novas tecnologias para as crianças

Como educar a criança no uso das novas tecnologias

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As crianças de hoje em dia nascem e crescem rodeadas das novas tecnologias. Tanto é assim que já são chamados nativos digitais. Em quase todas as casas já existe um computador, um smartphone, um tablet ou um videogame.

Aos adultos nos impressiona a maneira que as crianças têm acesso às novas tecnologias. Praticamente não temos que ensiná-las no seu manuseio. Manejam as novas tecnologias por imitação e de forma muito mais natural.

Esta facilidade de acesso que as crianças têm às novas tecnologias nos faz perguntar: ‘quais benefícios têm para as crianças e quais perigos as crianças podem encontrar no uso delas?’. 

Benefícios das novas tecnologias para as crianças

o-bom-e-o-ruim-das-novas-tecnologias-crianças A

As novas tecnologias, como tudo, têm suas vantagens e seus inconvenientes. Vamos começar com os benefícios. O que de bom acrescenta às crianças? 

- Desenvolve as habilidades das crianças. As ajuda a tomar decisões e resolver problemas e a analisar e a observar. 

- É uma excelente forma de comunicação, já que podem estar em contato com pessoas de outros lugares.

- É uma vantagem aberta ao conhecimento. Com apenas um ‘clic’ as crianças pode ter acesso a qualquer tipo de informação.

- Pode ser utilizada como ferramenta de apoio escolar e ajudar a melhorar os resultados acadêmicos.

- É uma ferramenta estupenda de ajuda às crianças com algum tipo de incapacidade ou problema de aprendizagem

- Estimula a pesquisa, o descobrimento ou a vontade de aprender por parte da criança. 

Inconvenientes das novas tecnologias para as crianças 

As novas tecnologias também têm seus perigos, sobretudo para as crianças, precisamente por desconhecer esses perigos que podem espreitados e caírem na armadilha do cyberbullying, grooming e sexting. Como os pais podem protegê-las dessas ameaças? 

- A primeira medida que devemos levar em conta quando as crianças começam a utilizar as novas tecnologias é o controle e os limites no seu uso

- A informação nesses casos é o nosso principal aliado. É muito importante que a gente converse com o nosso filho e dos diversos tipos de abuso que podem acontecer através da internet e das redes sociais.

- Incentivar o diálogo vai nos ajudar a criar um clima de confiança que ajude com que a criança possa nos contar tudo o que acontece e se ela já foi assediada por alguém na internet

- Devemos explicar às crianças que não devem fornecer dados pessoais a desconhecidos, nem muito menos ficar com pessoas que conheceram na internet se não forem acompanhadas de um adulto. 

- Conhecer que páginas o nosso filho visita, por onde navega e que atividades realizam. Quando a criança não tem informações nem tão pouco maturidade suficiente para se defender é importante deixar o computador na sala da casa e nunca no quarto dela.  

- Também podemos agregar filtros parentais aos nossos dispositivos, ainda que o melhor filtro parental seja a educação e o exemplo dos pais. 

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com