O medo em crianças de 7 a 8 anos

Medos comuns na infância

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As crianças conhecem o medo desde a mais tenra infância, sendo essa uma emoção que lhe permite se proteger dos perigos. O medo é um mecanismo normal de defesa e necessário em crianças para que possam se comportar de uma maneira mais protegida. 

Geralmente, o medo aparece porque as crianças aprendem a temer algo ou a uma situação depois de uma experiência desagradável

Que medos aparecem entre os 7 e os 8 anos

o-medo-em-crianças-de-7-a-8-anos A 

Os medos na infância mudam com a idade. Na medida em que crescem, um tipo de medo pode continuar, desaparecer ou ser trocado por outro. Nessa etapa os medos começam a ser menos imaginativos (ainda que possamos encontrar algumas) e mais baseados na realidade. Quando as crianças têm entre 7 e 8 anos podemos continuar encontrando esses tipos de medos:  

- Medo do escuro (nictofobia). O medo do escuro é um dos mais sofridos pelas crianças entre os 2 e os 8 anos de idade. A nictofobia pode aparecer depois de uma imagem vista num conto, num filme, etc. Além disso, uma experiência durante o dia ou a imaginação podem ser os motores para que apareça esse medo. 

Muitas vezes este medo não é o escuro em si, mas os riscos que as crianças imaginam que possa haver quando existe uma penumbra. 

- Medo aos animais. É um medo que começa a se desenvolver na etapa dos 2 anos, e pode perdurar como fobia até a maturidade e, portanto, podemos encontrá-la nessa faixa etária. Esse tipo de medo é evolutivo, ou seja, que o temos de forma inata e, por isso, faz com que as crianças possam perceber aos animais como uma ameaça. 

Além disso, o medo aos animais pode surgir em algumas ocasiões pelas más experiências, e em outras circunstâncias porque os adultos que rodeiam a criança lhe transmitem esse medo. É possível desencadear inclusive antes que o animal esteja presente, quando prevê que se vai encontrar com ele, e assim evitar o encontro ou fugir dele. 

- Medo de seres sobrenaturais. Esse medo aparece na etapa dos 3 – 4 anos e perdura até a adolescência. O temor ao sobrenatural está relacionado com o escuro, onde adquire maior força. 

Essa escuridão provoca insegurança ao não ver nada ao redor e os ruídos e a imaginação pode fazer com que a criança acredite que existem muitas ameaças ‘sobrenaturais’ ao redor. Além disso, esse temor pode aparecer por culpa das ameaças dos adultos para controlar o comportamento das crianças. Dizer-lhes que ‘a cuca’ está vindo, por exemplo. Além disso, esses medos que perduram, nessa etapa aparecem:  

- O temor de fazer o ridículo pela ausência de habilidades escolares, sociais ou desportivas. Nessa etapa é frequente ver as crianças que não queiram participar nos jogos coletivos como esportes ou competições porque aparece neles uma crença de não estar à altura, ou não poder fazê-lo tão bem como o resto. 

Quando acontecem essas situações aparecem pensamentos negativos em crianças que fazem com que o pequeno se paralise e se veja débil e incapaz de fazer qualquer coisa.

Borja Quicios

Psicólogo educativo