Como o calor afeta a gravidez

Como as altas temperaturas influenciam à gestante

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Se estar grávida já faz com que a temperatura corporal suba (principalmente por causa das alterações hormonais), imagine uma gravidez a mais de 30ºC. O calor influencia (e muito) na gravidez e tem consequências físicas na gestante.

Também pode influenciar no bebê, e inclusive fazer com que o momento do parto se adiante. Além disso, a gestante deve ter um cuidado especial diante da chegada repentina das ondas de calor.  

Consequências do calor na gestante 

Como afeta o calor durante a gravidez

As altas temperaturas fazem com que os vasos sanguíneos se contraiam como método de ‘esfriamento’. Por isso, muitas pessoas ficam com os pés inchados, algo muito mais visível nas gestantes, já que sua temperatura interna aumenta durante a gravidez.

O calor pode desencadear um tipo de estresse na gestante que induz o aparecimento de contrações uterinas e faz com que aumente a produção de hormônios que desencadeiam o parto (ocitocina e a prostaglandina). 

Muitos ginecologistas acreditam que durante as épocas de calor aumentam os partos prematuros. Com efeito, os últimos estudos demonstram que as altas temperaturas diminuem a duração da gravidez. 

Conselhos para que o calor não afete tanto à gravidez 

Evidentemente, você não vai ficar fechada o dia todo dentro de um quarto com ar-condicionado, mas pode sim, evitar sair à rua nas horas de maior calor (entre as 10 e 15 horas), ou tentar se afastar de zonas de grande concentração de gente. Aqui a gente dá outras dicas para você tentar suportar melhor as altas temperaturas: 

- Utilize roupa de algodão e muito leve 

- Mantenha a casa fresca. Se você não possui ar-condicionado, abra as janelas na primeira hora da manhã, feche as persianas ao meio dia e volte a abrir as janelas à noite. 

- Não saia nunca sem sua garrafinha de água. Você deverá beber muito (entre 1,5 l e 3,0 l por dia). Assim você evitará a desidratação e a queda repentina da pressão

- Se você sua muito, além da água, consuma bebidas desportivas e sucos naturais. Você vai necessitar de uma dose extra de açúcar e sais minerais. 

- Não deixe seu leque em casa. Leve-o na bolsa. 

- Se puder carregue um spray refrescante. Ainda que seja somente água, será excelente para momentos de máximo calor. 

- Consuma alimentos frescos: saladas, frutas com muito conteúdo de água. Antes de tudo, você deve manter a hidratação. Evite, pelo contrário, comidas pesadas, ricas em gorduras e hidratos de carbono. 

- Não se esqueça do creme protetor. A pele é mais sensível ao sol durante a gravidez. Passe o creme de forma generosa se quiser evitar o aparecimento dessas manchas indesejáveis que aparecem durante a gravidez: o cloasma.  

- Ande muito para evitar o inchaço dos pés e pernas. Nadar também é uma ótima opção

Sintomas de insolação na gestante 

O calor pode se converter numa situação de risco quando acontece uma insolação. Isso acontece quando a temperatura da gestante sobe acima de 39ºC. Além da alta temperatura, os sintomas de uma insolação são: 

- Pele avermelhada e seca 

- Pulso acelerado e dor de cabeça 

- Tontura e vertigem 

- Vômitos

Diante de qualquer desses sinais de alarme, você deve procurar o pronto socorro com urgência. 

Estefanía Esteban

Redatora de GuiaInfantil.com