Obesidade na gravidez

O excesso de peso durante a gravidez implica em riscos para a gestante e o bom desenvolvimento do bebê

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

A maior parte das gestantes que sofre de sobrepeso consegue ter uma gravidez normal, No entanto, a obesidade na gravidez traz riscos para a mamãe, como a pré-eclampsia ou o diabetes gestacional, e, consequentemente para o feto: aborto espontâneo, espinha bífida ou bebês com sobrepeso. Seguir uma dieta equilibrada e variada ao longo da gravidez ajudará a evitar um ganho excessivo de peso. 

Riscos da obesidade na gravidez 

A gestante que sofre de sobrepeso deve conhecer quais são as complicações que podem acontecer ao longo da gravidez e avaliar os riscos que isso implica

- Pré-eclampsia: é uma doença associada à hipertensão, que provoca convulsões, dores musculares, inchaço de pés de mãos ou dor de cabeça. O tratamento para esses casos é o repouso. 

- Diabetes gestacional: é uma doença que impede que o organismo da mamãe metabolize a glicose. Implica num risco para o bebê, já que pode se converter numa criança obesa, e quando adulto, poder desenvolver o diabetes

- Parto por cesárea: são maiores as complicações quando existe obesidade na gravidez e podem derivar num parto lento que termina em cesárea. 

- Partos prematuros: o parto pode acontecer antes da 37ª semana de gestação e assim nasceria um bebê prematuro. Ainda que, hoje em dia, 80% dos bebês que nascem prematuramente, sobrevivem, são crianças que apresentam problemas de desenvolvimento tardio. 

- Sobrepeso: uma porcentagem elevada de bebês nascidos de mães que sofrem de obesidade na gravidez apresenta elevado sobrepeso e tendem a sofrer devido ao excesso de peso no futuro. 

Tratamento para a obesidade na gravidez 

O melhor tratamento para a obesidade da gestante é emagrecer antes da gravidez, sempre com controle e acompanhamento médico para garantir uma dieta variada e equilibrada, já que é contraindicado realizar dietas de emagrecimento durante a gravidez. O corpo necessita de nutrientes essenciais para ajudar no desenvolvimento do bebê. 

O ginecologista realizará um controle mais intenso durante a sua gravidez no caso de você sofrer de sobrepeso, e recomendará não engordar mais de 6 a 9 quilos ao longo de toda a gestação. 

Você mesmo pode conduzir sua dieta durante a gravidez para criar um hábito saudável de alimentação. Levar uma dieta saudável e equilibrada eliminando as refeições rápidas (fast food), as frituras, bolos industrializados, e batatas fritas ajudará você a não ganhar um peso excessivo durante os 9 meses de gravidez. 

Tente não levar uma vida sedentária e faça exercícios físicos ou pelo menos caminhe meia hora por dia. Seria conveniente, em caso de sofrer de obesidade durante a gravidez, que realizasse exercício físico moderado. A natação, yoga, pilates ou ginástica para gestantes são bons recursos para você se manter em forma. 

Alba Caraballo

Editora de Guiainfantil.com