Segunda gravidez: como explicá-la ao seu filho?

A chegada de um novo irmãozinho

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Ajudar o seu primeiro filho a se adaptar à chegada de um novo irmãozinho é fundamental. Nem todas as crianças reagem igualmente diante da segunda gravidez e é recomendável que viva com fantasia e alegria essa nova situação. 

Algumas crianças demonstram emoção e alegria, outras chateação e insegurança, e em geral os diferentes estados de ânimo vão da felicidade ao desagrado. 

Reações imprevisíveis diante da chegada de um irmão

segunda-gravidez-como-explicar-filho A 

Em algumas ocasiões, a resposta da criança diante da notícia não é clara para o entendimento dos adultos. Pode ser que ela custe a decidir o que está sentindo e talvez você note algumas regressões no seu comportamento, buscando chamar a atenção com o seu comportamento. É possível que volte à sua etapa de bebê e faça xixi na cama, não queira comer sozinha, reclame de novo da chupeta ou da mamadeira. 

Assumir o papel de irmão mais velho 

Ser o mais velho e se comportar como tal não se consegue da noite para o dia. É fruto de um processo de amadurecimento e de aceitação da nova situação No caminho da mudança podem surgir birras, inseguranças e ciúmes. Ajudar e dar apoio ao seu primeiro filho é o melhor caminho pra que ele consiga desfrutar do seu novo papel de irmão mais velho.

Estratégias para ajudar o seu filho a aceitar o novo bebê

A diferença de idade entre ambos os irmãos é importante na hora de abordar as estratégias a seguir para explicar a chegada de um novo irmãozinho na família. Quanto menor a diferença de idade entre eles é mais fácil. O mais velho assume a presença do novo membro da família como algo natural. A partir dos 2 ou 3 anos os pais devem se esforçar mais ainda para evitar problemas na sua estabilidade emocional. Esses conselhos vão te ajudar a enfrentar essa situação: 

- Envolva o seu filho em tudo o que for relacionado com o bebê. Peça ajuda em como decorar o quarto do seu irmãozinho ou na escolha das roupas. Se vão compartilhar o quarto, deixe que o seu filho tome as decisões para que ele se sinta mais à vontade. 

- Procure um presente de boas vindas. Os presentes de boas vindas devem ser recíprocos, ou seja, deve ter um do filho mais velho para o menor e vice-versa. Dessa forma, ele sentirá que a atenção dos outros também se dirige a ele. 

- Fale com o seu filho das coisas que um bebê faz. Conte a ele como os bebês se comportam: que choram, dormem muito, não falam e necessitam que alguém troque suas fraldas. Assim ele poderá entender melhor o comportamento do seu irmão pequeno e ele desfrutará se sentindo mais velho e mais responsável. 

- Tire tempo para passar com ele. Convém que o seu filho mais velho não sinta tanta diferença entre o tempo que você passa com ele agora durante a gravidez e o tempo que passará depois. A falta de atenção é o que os filhos mais reclamam. Procure que, depois do parto, continue demonstrando muito tempo e amor a ele. 

- Faça com que ele veja a situação do lado de fora. Converse e conte para ele de amigos que já tem irmãos e leia contos que representam histórias sobre a chegada de um irmãozinho. Isso ajudará o seu filho a entender as mudanças que está atravessando. 

- Reforce o papel do seu filho mais velho na família. Amplie suas atribuições e responsabilidades. É benéfico que ele se sinta orgulhoso de já fazer muita coisa sozinho. Assim, logo ele poderá ensinar ao seu irmãozinho, da mesma forma que os seus pais fazem com ele. 

Avalie o melhor momento para as mudanças 

Os primeiros anos de vida de uma criança é um constante desenvolvimento de etapas e de metas que vão se cumprindo. O ritmo de cada criança é diferente e quando um acontecimento importante, como a chegada de um irmãozinho faz parte da sua vida, talvez seja melhor adiar alguma dessas metas previstas. Algumas dessas mudanças importantes, que podem ser adiadas um pouco, podem ser a mudança da mamadeira para o uso do copo, a retirada das fraldas ou a inscrição em um centro educacional infantil. 

Marisol Nuevo

Redatora de Guiainfantil.com