Riscos do diabetes na gravidez

Diabetes na gravidez aumenta o risco da obesidade em crianças

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O excesso de glicose no organismo da mãe, situação característica do diabetes gestacional afeta ao feto durante o seu amadurecimento e crescimento dentro do útero. Os filhos de mulheres com níveis elevados de açúcar durante a gestação são duas vezes mais propensos que outras crianças a se converterem em obesos durante a infância. 

O açúcar na gravidez

riscos-do-diabetes-na-gravidez A 

A relação entre o diabetes na gravidez e a obesidade infantil é diretamente proporcional: quanto mais elevada é a concentração de glicose no sangue durante a gestação, maior é o risco de obesidade após o nascimento. Se a quantidade de açúcar for muito alta, as possibilidades de que a criança tenha sobrepeso entre os cinco e os sete anos aumentam em 89% e as de que seja obesa, 82%. 

O diabetes gestacional é uma doença comum na gravidez, que aparece somente durante a gestação e, na maior parte dos casos desaparece depois do parto. O aumento da glicose circulante provoca o crescimento excessivo do feto, que se conhece como macrossomia, que, além de ser um fator de risco para o desenvolvimento posterior de sobrepeso, está relacionado com numerosos problemas obstétricos.

No entanto, a associação entre o aparecimento da obesidade infantil e o diabetes materno não guarda relação com o peso do bebê ao nascer. O sobrepeso aos cinco ou sete anos, o denominado ‘efeito rebote da gordura’ prediz a obesidade na idade adulta.

Mas, nem tudo são más notícias, já que a análise dos resultados obtidos de 9.349 duplas mães-filhos revelou que quando o excesso de glicose é tratado através de diferentes intervenções como dieta, exercício ou insulina, o risco não aumenta. É similar aos filhos de mães ‘saudáveis’. 

Controle a hiperglicemia na gravidez

O risco de obesidade infantil provocado pelo diabetes gestacional é potencialmente reversível se for tratado adequadamente. A obesidade das mães as predispõe ao aparecimento de diabetes e esta aumenta o risco de que seus filhos sejam igualmente obesos. A hiperglicemia durante a gestação está claramente implicada na epidemia de obesidade infantil que afeta aos países desenvolvidos.

Para prevenir estas consequências é muito importante que as gestantes se submetam a exames de glicemia para detectar a doença, que busquem ajuda médica e que cumpram com os tratamentos.