A seborréia e outros problemas no couro cabeludo das crianças

Que incômodos podem ter nossos filhos no cabelo e na cabeça

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

As crianças também podem ter problemas no couro cabeludo, da mesma forma que acontece com os adultos. Para muitas crianças é uma área muito delicada que é necessário cuidar com xampus suaves adaptados à infância e frear a tempo os incômodos ocasionados por alguns males como a seborréia, as lêndeas e os piolhos ou os fungos. Em br.guiainfantil.com encontramos a informação sobre os problemas das crianças no couro cabeludo. 

Problemas mais comuns do couro cabeludo nas crianças

a-seborréia-e-outros-problemas-do-couro-cabeludo A 

- Seborréia. É um dos problemas mais comuns no couro cabeludo das crianças, ainda que possa afetar também as gestantes. Trata-se de um excesso de gordura que se produz na cabeça e que afeta o cabelo, provocando que apareça caspa em idades precoces, que o couro cabeludo fique inchado e avermelhado. Também podem chegar a aparecer escamas na cabeça por causa da alteração das glândulas sebáceas. A maneira de tratar esse mal tão comum é com um tratamento que não seja agressivo para a cabeça da criança, o uso de xampus sem componentes químicos e medicação controlada nos casos em que esteja muito avançada a seborréia nas orelhas e outras áreas da pele. 

- Lêndeas e piolhos. Um clássico no couro cabeludo infantil é a repentina aparição de lêndeas e piolhos. As lêndeas são os ovos que os piolhos depositam no cabelo das crianças, que se tornarão em piolhos se não forem detectados e eliminados rapidamente, uma vez que demoram uns 10 dias para crescer. A detecção é simples, já que as coceiras em toda a área da cabeça são constantes e as crianças se coçam sem parar. 

O tratamento consiste em tirá-los com um pente especial de pontas bem finas que vai ajudar a tirar as lêndeas e os piolhos, assim como os ovos já sem vida que permaneçam no couro cabeludo. No entanto, o pente não é a única coisa a ser levado em conta, já que também existem tratamentos especiais como os sprays, xampus e inclusive loções ou espumas que ajudam com que esses ovos morram, e que seja muito mais fácil de eliminá-los.

- Infecção por fungos. Ainda que pareça estranho, os fungos também se alojam no couro cabeludo e podem incomodar precisamente muito mais as crianças. Esse tipo de infecção pode se chamar de micose do couro cabeludo e pode ser transmitido, da mesma forma que os fungos dos pés, em espaços públicos como piscinas ou lugares onde haja grande aglomeração. Detectá-lo é simples, já que o couro cabeludo se inflama consideravelmente, e também podem atingir áreas da cabeça descamadas ou sem cabelo, além das coceiras. 

Para terminar com este problema, é necessário procurar um dermatologista que irá administrar um medicamento por via oral que termine com a doença. Enquanto isso, em casa é necessário lavar a cabeça da criança com muito cuidado utilizando xampus muito suaves sem componentes químicos, mas que sempre mantenham a área em questão limpa. É necessário lavá-lo com água morna e aplicando o xampu com uma suave massagem.

Marta Marciel

Redatora de GuiaInfantil.com