Check-ups médicos e caseiros da criança

Vilma Medina

Vilma Medina

Em muitos países, independente da época do ano, as crianças estão começando algo: uma atividade extraescolar, uma mudança de escola, mudança de cidade, ou até mesmo início de atividades e práticas esportivas. Iniciar numa nova escola, na prática de algum esporte ou atividade extraescolar requer alguns cuidados. 

Antes de iniciarem uma nova atividade, seja escolar ou esportiva, os pais querem se assegurar que seus filhos gozem de uma boa saúde para que comecem as atividades sem problemas de visão, de alimentação, de piolhos, costas, asma, etc.

A saúde das crianças

check-ups-médicos-caseiros-criança A

Os médicos, assim como os pais são os únicos que podem assegurar que a criança volte à escola ou inicie qualquer outra atividade com saúde. O que podem fazer? 

- Não seria nada mal para a criança se os seus pais fizessem uma ‘exploração’ na cabeça para detectar se ela tem piolhos. Os piolhos são parasitas que são transmitidos especialmente nas escolas e creches, onde as crianças costumam se abraçar, juntar as cabeças enquanto brincam, etc. No caso dos pais encontrarem piolhos ou lêndeas, eles devem avisar os professores ou coordenadores para que não contagie outras crianças. É recomendável que a criança não inicie uma atividade escolar ou esportiva com piolhos. Deve ser tratada em casa e depois poderá iniciar qualquer atividade em grupo. 

- A saúde dos olhos das crianças é muito importante para que elas possam começar uma nova etapa sem problemas de visão. Um problema como a miopia, o astigmatismo, sem correções, pode afetar o rendimento escolar das crianças.

- Antes do seu filho comece a carregar mochilas, é necessário levar em conta que o recomendado pelos especialistas é que o peso máximo da mochila não supere 10% do peso da criança. Também é importante corrigir sua postura quando estão estudando. Problemas como a escoliose e a cifose são as que mais incomodam as crianças.

- Hábitos alimentares que levem a criança a ter um bom café da manhã, um almoço equilibrado e jantar, e uma merenda saudável, é muito importante na hora de evitar problemas como a obesidade infantil. Por isso é muito importante consultar o pediatra para saber que tipos de alimentos são os mais aconselháveis de acordo com a idade da criança. 

- Doenças crônicas como o diabetes, asma, doença celíaca, também requerem observação e tratamento contínuo. A criança terá melhor desenvolvimento acadêmico e/ou esportivo se a sua saúde estiver bem controlada. 

Além de tudo isso também existe crianças que necessitam da atenção de especialistas como o fonoaudiólogo para os problemas de linguagem, o dermatologista para problemas de pele, ortopedista, alergologista, dentista, etc. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com

Homeopatia para tratar a alergia infantil

Homeopatia para tratar a alergia infantil

A homeopatia é uma dessas medicinas alternativas que ganha adeptos entre as famílias para tratar e prevenir as doenças infantis mais comuns, entre elas a alergia infantil.

Tomara que o meu filho não fique doente na creche

Tomara que o meu filho não fique doente na creche

Muitas mães nos confessam que já estão cansadas, que quando levam o seu filho à escola ou creche, eles começam a ter catarros, resfriados e gripe. E acabam se contagiando com toda sorte de vírus possíveis.

Aerofagia. Doenças infantis

Aerofagia. Doenças infantis

A aerofagia é a ingestão de ar durante a refeição que provoca arrotos, gases e dor abdominal. As crianças que sofrem estes incômodos podem arrotar com frequência e se queixar de dor de barriga e inclusive na zona torácica.

Doenças infantis de transmissão hereditária

Doenças infantis de transmissão hereditária

Infelizmente, existem muitas doenças que podem passar de pais para filhos. As doenças podem depender de múltiplos fatores, como a alimentação, o estilo de vida ou os cuidados que damos ao nosso corpo, mas também existe a incerteza da genética.

Ambliopia em crianças: tampão versus terapia visual

Ambliopia em crianças: tampão versus terapia visual

A ambliopia pode ser tratada de diferentes formas. Realmente o tratamento mais difundido, ou talvez o que os pais mais conheçam é o tratamento através dos tampões, ou seja, da oclusão total. No entanto, não existe apenas essa opção, uma vez que especialistas têm exposto outros tratamentos para que os olhos possam trabalhar de maneira conjunta.

0 comentarios