Homeopatia para os problemas de estômago das crianças

Tratamentos homeopáticos para os problemas estomacais

Vilma Medina

Vilma Medina

Os problemas estomacais são muito frequentes em crianças e também nos bebês. Geralmente não demonstram gravidade, mas convém tratá-los o quanto antes para que não se tornem em um problema crônico. Aqueles pais que buscam remédios alternativos encontram na homeopatia muitos tratamentos para os problemas estomacais infantis. 

A homeopatia oferece uma solução natural e sem efeitos secundários a muitas doenças e também é recomendada para os pequenos. Convém sempre consultar com um profissional da homeopatia para que encontre o melhor remédio homeopático adequado a cada caso particular.

Remédios homeopáticos para os problemas de estômago das crianças

homeopatia-problemas-estômago-crianças A 

São vários os problemas estomacais que afetam aos pequenos da casa, desde as cólicas nos bebês até a gastrenterite, tão frequentes nas férias. O estômago é uma parte do organismo da criança que deve ser cuidado e a homeopatia oferece remédios para todos os tipos de problemas gastrointestinais infantis

As cólicas dos bebês são o principal problema estomacal que os pais enfrentam. Não implicam em gravidade, mas traz muito incômodo tanto para o bebê como para o resto da família e pode derivar em problemas de alimentação. A homeopatia oferece para tratar as cólicas, remédios como a Belladona, o Colocynthis ou a Bryonia, dependendo do tipo de cólica que apresente.  

As diarréias e as gastrenterites infantis são outro dos problemas mais frequentes das crianças, especialmente no verão, quando os costumes alimentares se relaxam, se come qualquer coisa e em qualquer lugar e as devidas precauções não são seguidas em relação à higiene dos alimentos. Para estes casos, a homeopatia oferece o remédio da Ipecacuanha, a Magnesia Carbonica, a Dulcamara ou a Nux Vomica.

Quando tratar um problema estomacal com a homeopatia 

Alguns transtornos estomacais são comuns e não requerem um tratamento prolongado. Por outro lado, outros problemas gastrointestinais necessitam ser tratados pelo pediatra. É o caso das alergias alimentares infantis que, ainda que a homeopatia também tenha remédios para estes casos como o Apis ou o Poumo histamine, é preferível procurar a medicina convencional. 

Qualquer família busca o tratamento mais efetivo ou menos invasivo para os seus filhos, por isso, as medicinas alternativas como a homeopatia estão experimentando um grande auge. No entanto, não devemos perder de vista que nem todas as doenças infantis podem ser tratadas com terapias naturais, por isso é indispensável que as crianças não percam nenhuma revisão médica com o pediatra. 

Laura Vélez

Redatora de Guiainfantil.com

A homeopatia e as crianças

A homeopatia e as crianças

As vantagens da homeopatia frente aos remédios convencionais. Como medicina, a homeopatia tem crescido muito nos últimos anos. Segundo as estatísticas, de 1990 a 1997, sua utilização aumentou quase 4%. Dentro desse crescimento, observa-se um claro aumento na utilização dessa medicina em lactantes e crianças. Numa publicação britânica sobre a prática homeopática na Noruega, comenta-se que 1 em cada 4 consultas ao homeopata, em 1998, correspondeu a crianças entre 0 a 9 anos. Isso se deve a que muitos pais percebem essa medicina como segura, inofensiva, e sem efeitos tóxicos. Pode-se administrar a um bebê recém-nascido, desde quando haja uma consulta médica prévia.

Vantagens da homeopatia

Vantagens da homeopatia

Cinco razões para usar a homeopatia nas crianças.  1- É um remédio seguro É importante que os remédios que administremos aos nossos filhos não apresentem efeitos potencialmente adversos. Os medicamentos homeopáticos são preparados a base de ervas, alguns minerais e uma dose baixa de substâncias do reino animal.

Crianças e bebês com Escarlatina

Crianças e bebês com Escarlatina

Escarlatina nos bebês. Doença contagiosa que se caracteriza pela aparição de uma erupção cutânea. A escarlatina é uma doença contagiosa que se distingue pelo aparecimento de uma erupção cutânea (pontos vermelhos brilhantes) que vai se estendendo desde o peito e a nuca até todo o corpo.

A que se deve o mau hálito nas crianças

A que se deve o mau hálito nas crianças

O mau hálito infantil é sempre um indicador de que algo não vai bem. Pode estar relacionado com alguma doença ou problema dental, no sistema respiratório ou no estômago. Geralmente o mau hálito se deve à falta de higiene bucal da criança, mas pode haver outros fatores.

0 comentarios