A introdução do iogurte na dieta do bebê

Vilma Medina

Vilma Medina

A alimentação do bebê lactente está baseada unicamente no leite. O leite materno ou o de fórmula (quando necessário) é o único aporte nutricional durante os primeiros 4 meses de vida e é o mais importante durante o primeiro ano de vida. A partir dos seis meses devemos ir incorporando na dieta do bebê outros alimentos complementares que contribuirão com outros nutrientes e maior aporte calórico e que implicará o início de uma nova maneira de se alimentar: a colher. 

Um iogurte para o seu bebê

a-introdução-do-iogurte-dieta-bebê A

O iogurte é uma alternativa láctea muito interessante durante os primeiros anos de vida. Muitas crianças começam a desprezar ou brincar na hora de tomar leite da mamadeira, e talvez uma boa alternativa seja o emprego de alimentos que se oferecem com a colher, como o iogurte.

A partir dos dez meses, o iogurte pode se converter em um dos alimentos mais adequados para a alimentação do bebê. Sua textura agradável, seu alto valor biológico, e a grande contribuição de cálcio e vitaminas do grupo B, A e D, e uma menor quantidade de lactose que a do leite, que graças à fermentação se transforma em ácido láctico fazem com que seja um alimento de alta tolerância e muito indicado para crianças. 

Ainda que não se recomende o iogurte antes dos dez meses, da mesma forma que o leite de vaca não é recomendável antes de um ano, atualmente existem iogurtes no mercado elaborados a partir do leite de continuação, que podem ser oferecidos ao bebê ao mesmo tempo em que outros alimentos complementares desde os seis meses. É muito útil para as merendas ou como complemento aos purês. 

O iogurte é um excelente alimento para as crianças. Seu valor biológico (lactobacilos vivos que contém) é uma das suas maiores contribuições e contribuem para recuperar a flora intestinal depois de alguma diarréia, ou durante o tratamento com antibióticos de alguma infecção. É um alimento muito útil durante a convalescência, de fácil digestão e que ajuda a repor as defesas da criança. O leite e os produtos lácteos estão no topo dos alimentos com cálcio, que como sabemos são um importante componente para a formação dos ossos e para o crescimento das crianças. 

Patro Gabaldón

Redatora

O café da manhã das crianças

O café da manhã das crianças

O café da manhã é, segundo os nutricionistas, uma das refeições mais importantes do dia. Supõe-se, pelo menos, ¼ das necessidades nutricionais das crianças. Conheça qual é o café da manhã ideal para as crianças.

Os probióticos na alimentação infantil

Os probióticos na alimentação infantil

Já faz décadas da chegada dos probióticos no mercado, mas desde então até agora, a variedade de cepas probióticas, assim como a diversidade de alimentos que os contém tem crescido muito. De fato, os produtos destinados na infância são cada vez mais variados.

Benefícios do iogurte para as crianças

Benefícios do iogurte para as crianças

Desde que éramos pequenos, os nossos pais insistiam na importância de ingerir alimentos que contivessem cálcio: leite, queijo, iogurte, por isso nós também podemos inculcá-los às crianças, principalmente o iogurte.

Próteses mamárias e o aleitamento. Mitos e verdades

Próteses mamárias e o aleitamento. Mitos e verdades

Quando uma mulher quer dar o peito ao seu bebê recém-nascido são muitas as perguntas que podem vir à sua cabeça. Uma delas é que tem a ver com o perigo que pode acarretar ter uma prótese mamária.

Benefícios dos probióticos para bebês, crianças e gestantes

Benefícios dos probióticos para bebês, crianças e gestantes

Os probióticos são microorganismos vivos que promovem benefícios para a saúde, especialmente nas mulheres, gestantes, bebês e crianças. Nas mulheres, os benefícios dos probióticos ajudam a melhorar os sintomas da astenia primaveril, problemas de cansaço, períodos de aleitamento, ao mesmo tempo em que reforçam as defesas.

0 comentarios