Os primeiros chutes do bebê no ventre da mamãe

Vilma Medina

Vilma Medina

Os primeiros chutinhos do bebê na barriga da mãe, em algum momento entre as semanas 16 e 22 da gravidez possibilitarão aos pais imaginar o que está ocorrendo dentro da barriga. É a evidência que o seu filho está vivo e que tudo anda bem. Mas, como se percebem esses movimentos e como a mãe poderá perceber isso? 

Os movimentos do bebê durante a gravidez

os-primeiros-chutes-do-bebê-no-ventre A 

Uma mãe que tenha tido gravidezes anteriores perceberá melhor os movimentos do bebê do que as mães de primeira viagem, porque saberá diferenciar melhor se os movimentos da sua barriga se devem aos sutis chutes do bebê ou se trata dos seus movimentos intestinais. As mulheres mais magras também poderão diferenciar melhor entre uma cotovelada do seu bebê e os ruídos do seu estômago do que as mais gordinhas. 

Uma mãe poderá sentir movimentos na barriga quando o bebê soluçar, quando ouvir um ruído forte e inesperado, quando o bebê busca algum dedo para chupar, quando se toca no rostinho, dá piruetas, movimenta ou estira suas perninhas, ou quando alguém fala com ele

Os movimentos são sentidos diferentemente pelas mães. Algumas têm a sensação de que estão estourando pipocas; outras têm a impressão de que tem um peixe ou uma mariposa batendo as asas na sua barriga. 

No início, não identificarão os movimentos do bebê, mas à medida que os movimentos se tornam mais frequentes, começarão a notar que são do seu bebê. E ainda que o bebê se movimente e chute com regularidade, a mãe só poderá sentir esses movimentos em alguns momentos. Nessa etapa é muito importante saber que cada bebê é único em sua forma de se movimentar. As comparações devem ser evitadas.

Como sentir e ver os movimentos do bebê

- É mais fácil notar os movimentos do bebê quando a mãe está tranquila, sentada ou deitada. 

- Escolha uma hora do dia em que saberá que o seu bebê estiver mais ativo. 

- Observe o tempo que demora em sentir os movimentos do bebê. 

- Note que tipo de movimentos o bebê faz: chutinhos, cotoveladas, giros, sacudidas ou outros. 

- Estimule os movimentos do bebê falando com ele, colocando alguma música ou acariciando a barriga.

- Em caso de não sentir nenhum movimento durante 24 horas seguidas, é conveniente comentar com o seu médico. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com

Como tirar a chupeta da criança

Como tirar a chupeta da criança

A criança deve deixar a chupeta antes de ingressar na escola. Normalmente, a chupeta deve ser tirada da criança antes que essa cumpra os dois anos de idade. Nessa idade, a criança já deverá ter um brinquedo para succionar.

Morte súbita dos bebês

Morte súbita dos bebês

Os riscos da morte súbita. A morte súbita do lactante é a primeira causa de morte nos países ocidentais em crianças entre um e doze meses. Isso se converteu num verdadeiro pesadelo que atormenta a muitos pais. Segundo as últimas estatísticas, na Europa morrem por ano 5 mil lactantes, vítimas da síndrome da morte súbita. Na Espanha, morrem em média 100 bebês por ano, o que se traduz em que a síndrome afeta um em cada mil bebês. Enquanto a mortalidade infantil tem diminuido substancialmente nos países desenvolvidos, a síndrome tem aumentado em importância.

Os primeiros chutes do bebê na barriga da mãe

Os primeiros chutes do bebê na barriga da mãe

A mãe pode começar a notar os movimentos do bebê ao mudar de posição, esticar-se ou tranquilamente ao descansar. O bebê aproveita esses momentos para golpear com os braços e as pernas a parede do útero materno com períodos de atividade e descanso.

Problemas que impedem a gestante de sair de casa

Problemas que impedem a gestante de sair de casa

Sempre dizemos às futuras mamães que gravidez é saúde, e, na maioria dos casos é mesmo. No entanto, determinadas circunstâncias ligadas à gestação fazem com que a mulher tenha que guardar repouso relativo ou absoluto e um cuidado especial.

O estresse da gestante chega até ao seu bebê

O estresse da gestante chega até ao seu bebê

O documentário “Educação emocional desde o útero materno”, feito pelo escritor científico Eduardo Punset, se baseia na seguinte questão: Somos conscientes de que o estresse da mãe chega até o seu bebê?

0 comentarios