Quando o bebê se mantém sentado

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

O primeiro ano do bebê é um baú de surpresas para os pais, mas ao mesmo tempo é uma etapa que requer muita atenção e cuidado. Desde que nasce o bebê vai experimentando mudanças não somente no seu crescimento, no seu tamanho e peso, mas também nas suas capacidades e habilidades. Quando menos se espera, lá pelo quarto ou quinto mês, seu bebê conseguirá se manter sentado e você se encherá de alegria... Yupiiii, meu bebê já está sentando! 

O bebê sentado pela primeira vez 

Cada etapa de um bebê é maravilhosa em si mesma. Eu me lembro muito bem que minha filha se sentou aos quatro meses de nascida. Eu observava que quando ela estava deitada de bruços, de boca para baixo no seu berço, ficava se esforçando para virar para esquerda ou para a direita, como se quisesse sentar. O esforço que ela fazia com os músculos das suas costas e de sua coluna vertebral era enorme. Às vezes ela se cansava e desistia, mas quando menos esperávamos ela estava sentadinha. Começamos a colocá-la sentada no chão e ela se cambaleava de um lado para o outro buscando o equilíbrio, como se fosse uma bonequinha de trapo. A gente a rodeava de almofadas para que se sentisse mais segura e não se machucasse diretamente com o chão. No início ela sempre caía para trás ou para os lados, e acabava com as perninhas para cima. Que época maravilhosa! 

Pouco a pouco minha pequena foi conquistando seu próprio controle e equilíbrio. Nós a víamos muito feliz quando conseguia se sentar, acho que era porque seu campo de visão crescia e ela podia ver tudo ao seu redor e de um ângulo diferente e novo. Estar sentada representava um grande esforço, mas também um grande estímulo e desafio para ela, e para nós, por suposto.  

Os bebês por si só vão experimentando e provando posições diferentes. Tudo ao seu tempo, sem obrigações nem pressões. Para estimular minha filha eu dava massagens depois de cada banho. Massageava suas costas, seus bracinhos e pernas, e creio que isso a relaxava. A massagem foi a forma que encontrei de recompensá-la pelo esforço que estava fazendo para se sentar e premiá-la pelas suas vitórias e conquistas. Parece uma besteira, mas para uma criança se colocar sentada, sendo ainda muito pequenina, não deve ser nada fácil. 

Vilma Medina

Diretora de GuiaInfantil.com