Cuidado! O seu bebê está engatinhando

Vilma Medina

Vilma Medina

Quando um bebê nasce, nasce também nas mamães o medo permanente de tudo. Vive eternamente preocupada. Se não come, quando come, por que come muito, se não faz cocô porque está com prisão de ventre e se faz muito porque pode estar dodói. 

Mas, nada é comparável ao medo quando o bebê começa a se movimentar por ele mesmo porque são capazes de se deslocar de um lado para o outro sem a ajuda de ninguém e começa uma grande preocupação. O que fazer então? 

Os perigos das casas quando o bebê começa a engatinhar

cuidado-o-seu-bebê-está-engatinhando A 

Meu grande medo sempre foi com tudo relacionado com a eletricidade: tomadas, lâmpadas, etc. Só de pensar em pegar minha pequenina tomando um choque na tomada me deixava de cabelos em pé e eu ficava tremendo e morrendo de medo. Quando o seu bebê começa a engatinhar ou se arrastar ou até mesmo se deslocar com o bumbum aparecem novos perigos para ele e novas formas que fazem com que o seu ritmo cardíaco acelere.

Um dos perigos que você pode encontrar em casa são os móveis da casa que com tanto esmero e bom gosto você escolheu quando eram apenas dois, após uma longa procura em revistas (ou internet) pelos desenhos modernos e tendências da moda para móveis. Tudo muito lindo, mas cheio de perigos. Existe uma frase que ressoa em mim todos os dias: ‘Tenha cuidado com as pontas da sua mesa super-moderna’ (dito por minha mãe), pois a mesa tem a altura exata para que quando a ‘tormenta’ passar por ali não se machuque, seja a cabeça ou os olhos, ou que ainda consiga entrar por baixo da mesa e não consiga sair.  Sem mencionar que a quantidade de livros e CD que você escutava calmamente, agora estão todos jogados pelo chão e alguns deles você não poderá mais ouvir ou ler. 

Outro perigo que possui um grande atrativo como abelhas no mel é o vaso sanitário, mais concretamente a escova de limpeza do vaso. Outra coisa é quando você se descuida e deixa materiais de limpeza (como a água sanitária) numa altura incorreta e ao alcance dos pequenos. Só de pensar dá um frio na barriga. 

Mas, sem dúvida, para mim, o maior perigo e razão de maior frustração tem sido a árvore de Natal. Logo eu que amo o Natal. Quando chegou este ano e meu bebê já se movimentava sozinha pela casa sem que eu tivesse mais controle de nada, eu me perguntava: ‘Aonde eu devo colocar a árvore de Natal?’ Ou melhor, onde eu poderia colocá-la sem que minha filhinha se jogasse em cima dela e acabasse se tornando um enfeite a mais? 

A árvore de Natal é uma tentação como qualquer outra coisa: pisca-pisca coloridas, algumas com música e milhares de bonequinhos e enfeites de bola que os pequenos irão tentar pegá-los no primeiro descuido. 

Enfim, existem duas opções: Ou a gente reestrutura o nosso lar, mesmo que as leis do Feng Shui nos digam o contrário, e fazemos do nosso lar um lugar mais acessível aos nossos pequenos ou envolvermos o nosso maior tesouro num plástico de bolhas (daqueles que envolvem materiais frágeis) para que possamos ficar mais tranquilas. 

Marta Veguillas Ocaña

Pedagoga especialista em Atenção Precoce e Educadora em massagem infantil

Os primeiros passos do bebê

Os primeiros passos do bebê

Não há nada mais prazeroso e nada mais desafiante para os pais que poder ver seu bebê começar a dar seus primeiros passos. É um momento realmente especial, que marca uma etapa. A maioria dos bebés dá os primeiros passos entre os 9 e os 12 meses ou por volta dos 14 ou 15 meses.

Brincadeiras para estimular o bebê a engatinhar

Brincadeiras para estimular o bebê a engatinhar

O bebê começa a engatinhar por volta dos 6 ou 7 meses. Nessa fase, a criança já consegue sustentar a cabeça para observar o ambiente à sua volta, e os braços, pernas e músculos são fortes o suficiente para que consigam ficar de quatro sem cair.

Com que idade os bebês prematuros começam a engatinhar

Com que idade os bebês prematuros começam a engatinhar

Estabelecer uma idade em que o bebê comece a engatinhar, a dar os seus primeiros passos ou a dizer suas primeiras palavras é difícil, porque cada bebê tem seu próprio tempo para isso. Mais difícil ainda é o caso dos bebês prematuros.

Exercícios físicos para o bebê a partir do primeiro ano

Exercícios físicos para o bebê a partir do primeiro ano

Durante a infância os bebês vão adquirindo conquistas motoras: engatinhar, andar, subir e descer escadas, se vestir... Todas essas conquistas são importantíssimas para o desenvolvimento integral da criança, para conseguir autonomia e para servir de base para as habilidades posteriores.

Benefícios de engatinhar para o desenvolvimento do bebê

Benefícios de engatinhar para o desenvolvimento do bebê

Existe uma estreita relação entre a psicomotricidade da criança e o aprendizado escolar. A atividade motora da criança é paralela ao desenvolvimento da inteligência desta. Assim veremos como uma atividade pode ajudar e complementar a outra.

6 conselhos para ajudar o bebê a andar

6 conselhos para ajudar o bebê a andar

A partir dos 12 meses a maioria dos bebês já está preparada para andar. Alguns se lançam rápido, mas outros, no entanto, custa bastante dar os primeiros passos. Talvez pela insegurança ou porque simplesmente os bebês estejam necessitando que alguém os ajude.

0 comentarios