Bebês com prisão de ventre

Tratamento para a prisão de ventre em bebês

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Os pais de bebês com prisão de ventre devem controlar as deposições do bebê, e em caso de dúvida, consultar o pediatra. Não existe uma fórmula exata de evacuações ou horários para estabelecer se um bebê está com prisão de ventre. Pode ser que um bebê faça uma deposição depois de cada refeição ou que deixe passar um dia ou mais entre cada evacuação.

Se padrão individual de comportamento dependerá dos alimentos que o bebê coma ou beba, de quanto ativo ele seja e da rapidez como ele digere o alimento e elimine as fezes. Há que levar em conta que os bebês alimentados exclusivamente com leite materno possam passar algum dia sem evacuar sem que isso signifique que ele tenha prisão de ventre. 

Tratamento da prisão de ventre do bebê

bebês-com-prisão-de-ventre A 

Um bebê está com prisão de ventre quando ao observar a rotina de suas deposições vemos que são menos frequentes do que o normal nele, que as fezes estejam duras e secas e ele tem muita dificuldade ao fazê-las, seja qual for a frequência. O tratamento para a prisão de ventre do bebê requer seguir algumas normas. Pode ser efetivo: 

- Fazer com que ele faça exercício. Se o bebê já engatinha trate de estimulá-lo para que se deslize de um lado para o outro. Se ainda não engatinha procure mover suas pernas para cima e para baixo. Quando estiver deitado de costas mova suavemente suas pernas para adiante num movimento circular como se estivesse pedalando em uma bicicleta. 

- Dar-lhe uma massagem na barriguinha. Abaixo do umbigo, a um ou dois dedos de distância exerça uma pressão leve, suave, mas firme com as pontas dos dedos para fazer corretamente a massagem no bebê. Pressione até que sinta firmeza ou uma massa. Mantenha essa pressão suave, mas constante durante uns três minutos. 

- Banhá-lo com água morna. O bebê se sentirá relaxado depois de um banho com água morna e o trânsito intestinal será favorecido. 

- Trocar a marca do leite. Se o bebê já se alimenta com leite de fórmula continuamente, e está com prisão de ventre pergunte ao pediatra se é possível mudar de marca. Existem fórmulas especialmente concebidas para ajudar no trato intestinal

- Mudar o cereal de arroz para cevada ou aveia, ou acrescentar purê de frutas ao seu cereal habitual (quando o bebê já estiver maduro para isso).

- Acrescentar farelo de trigo. Uma vez que o bebê já coma alguns alimentos sólidos consultar com o pediatra se pode aumentar o consumo de fibras acrescentando uma colherinha de farelo de trigo ao seu cereal habitual. 

- Reduzir os alimentos que favoreçam a prisão de ventre como o arroz, as bananas e as cenouras cozidas e tentar mesclar o seu cereal com um pouco de suco de maçã ou ameixas, ou algumas colheres de purê de ameixa, damasco ou pêra para estimular a evacuação. 

- Dar-lhe água suficiente. Se o bebê não recebe suficiente líquido ele desidratará e o seu sistema reagirá absorvendo mais líquido de todos os alimentos e fluidos que ingerir, assim como dos excrementos que estão no seu intestino. Em consequência ele apresentará fezes duras e secas com dificuldade para expulsá-las. Aumentar a quantidade de líquido que o bebê toma para ajudar a manter suas fezes moles. Se o pequeno tem mais de dois meses começar dando-lhe 30 ml de suco de ameixa diluído em 30 ml de água duas vezes ao dia. À medida que a prisão de ventre comece a melhorar ir reduzindo-o. Consultar primeiro com o pediatra se o bebê tem somente dois meses ou menos. 

- Aplicar loção de aloe vera. Se o bebê estiver expulsando fezes duras e secas que lhe prejudiquem a delicada pele que rodeia a abertura do ânus (você observará algumas pequenas lesões que se chamam escoriações ou um pouco de sangue). Aplique-lhe loção de aloe vera para ajudá-lo a sarar. Não se esqueça de mencionar isso ao pediatra

Lucía Bultó

Diplomada em Dietética e Nutrição Humana

Diretora do Centro DN de assessoria e nutrição – Espanha

Colaboradora de GuiaInfantil.com