7 perguntas para saber realmente como a criança foi na escola

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Quando a gente pega o nosso filho na escola ficamos ansiosos em saber como foi, o que ele fez, quantas coisas aprendeu, com quem brincou ou se a professora lhe chamou a atenção... No entanto, a resposta mais provável que a gente irá escutar é: ‘bem’. 

Existem crianças que adoram falar e contam tudo quase sem que a gente precise perguntar todo tipo de detalhes do seu dia a dia e são capazes de relatar o que aconteceu com ela, com seu melhor amigo e com a sala ao lado, mas como podemos saber quando a criança não gosta de dar explicações? 

Perguntas que podemos fazer à criança e saber o que ela fez na escola

7-perguntas-para-saber-realmente-criança-escola A

Meus filhos entram na categoria de crianças que contam pouco ou quase nada sobre a escola. Antes eu recorria a outras mães para que me contassem que coisas faziam as crianças na sala de aula. No entanto, a única coisa que eu obtinha era o ponto de vista de uma criança que não era minha. Dando voltas ao assunto eu me dei conta de que, apesar de ser jornalista eu não estava fazendo bem as perguntas adequadas e experimentei outra tática. Foi então quando comecei a fazer perguntas como essas: 

1 – Qual foi a rosa e o espinho de hoje? A rosa é o melhor que lhe tenha passado e o espinho aquele acontecimento que lhe chateou ou o deixou triste. Uma pergunta que podemos fazer a cada dia e, ainda que a gente não obtenha mais informações, os nossos filhos vão oferecendo pistas para fazermos uma composição de como ele está se saindo na escola. 

2 – Se amanhã você fosse o professor, que coisas você faria na sala de aula, e quais não faria? Uma maneira de saber o que é que ele gosta mais do seu professor e se em algum momento não se sentiu à vontade com ele. Também você oferece à criança a capacidade de se colocar no lugar do professor e trabalhar a empatia. 

3 – Se você tivesse uma varinha mágica, que crianças você faria desaparecer da sala de aula? A gente poderá conhecer se o nosso filho não tem uma boa relação com alguma criança

4 – Ao lado de quem você gostaria de se sentar na sala de aula? Para saber, caso a criança não conte, com quais companheiros ela sente mais afinidades

5 – Quando você chegou da escola você parecia triste, quer me contar o que aconteceu? Se a criança não quiser responder no momento, a gente deve fazê-la saber que ficaremos encantadas em escutá-la quando estiver preparada e que poderemos ajudá-la a solucionar qualquer coisa que necessite. 

6 – Você descobriu alguma coisa interessante hoje? Eu adoraria aprender mais coisas: As crianças amam poder ser, em algum momento, os que ensinam aos seus pais. Se, além disso, você acompanha de frases como ‘não tinha a mínima idéia’, ou ‘que interessante’, eles se sentirão escutados e importantes

7 – Que aula você mais gostou hoje? Talvez a matemática a criança não goste muito e você já o sabe, mas na sala de aula eles realizaram alguns exercícios interessantes. Assim você irá conhecendo que tipo de atividades eles fizeram ao longo do dia. 

É importante que quando falemos com nossos filhos, ainda que seja durante 3 minutos, estabeleçamos contato visual, já que podem se distrair facilmente. Também é conveniente que o façamos em momentos em que nada possa atrair sua atenção como a televisão ou com outras crianças brincando no parque. E, é claro, não pressioná-los demais, mas nunca deixar de se interessar pelo seu dia a dia.

Alba Caraballo

Editora de GuiaInfantil.com