Amigas e gravidez: Como você está linda!

Vilma Medina
Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Felicitar a uma amiga pela sua nova maternidade me encanta. Com meus parabéns eu me torno participante da sua alegria, do seu estado de esperança diante da chegada de um novo filho, e, como mãe, eu me converto em uma cúmplice especializada, a quem ela poderá recorrer diante de qualquer dúvida. 

Uma das suas preocupações, agora que o médico lhe acaba de confirmar sua gravidez, e que tudo estava muito bem, era o que fazer para que o seu corpo voltasse a ser o mesmo depois da gravidez. Assim, com cara de preocupação ela me perguntava se era certo que nossa anatomia mudava tanto como nos dizem. Neste caso, eu preferi mudar de assunto e desviar ao tema em relação aos aspectos mais emocionantes relacionados com o seu bebê. Mas, ela voltou a insistir e entrei de cheio no assunto, porque o certo é que o corpo se transforma com a gravidez e o aleitamento, e, ainda que algumas mudanças físicas sejam temporais, outras permanecem. 

Como evitar que a gravidez deixe marcas no seu corpo

amigas-e-gravidez-como-você-está-linda A

Assim que disse a ela que todas as mães já sabem e não é nenhum segredo: para evitar que a gravidez deixe marcas na gente, o mais importante é prevenir e se cuidar ao máximo. O segredo ou a chave do assunto é saber reunir a força de vontade para ser constante no que se propõe. A barriga grande, os ‘pneuzinhos’ as manchas na pele, as perdas de urina e a queda de cabelo são contratempos passageiros que têm como aliados o exercício e uma dieta adequada: os cremes com protetor solar, os exercícios de Kegel e os suplementos vitamínicos. Por outro lado, as estrias, as varizes e as celulites já é outra questão. 

- Estrias: Lutar contra as marcas que podem deixar na nossa anatomia feminina requer disciplina e força de vontade. As estrias são uma consequência do estiramento da pele no abdômen, peito e glúteos, e deixam pequenas cicatrizes, que uma vez que aparece, a solução é difícil. Para preveni-las, o melhor é usar cremes específicos à base de rosa mosqueta, várias vezes por dia, pela manhã e pela noite. 

- Varizes: As varizes representam outro ‘problema’ que a grávida terá que enfrentar, devido ao compromisso venoso que o crescimento do útero exerce sobre as pernas. Os cremes para o cansaço, caminhar todos os dias durante pelo menos meia hora e refrescar as extremidades inferiores com água fria durante o banho diário ajudam a melhorar o retorno venoso e previnem as veias dilatadas, que uma vez, quando engrossam, fica difícil de eliminá-las, da mesma forma que as veias fininhas ou aranhas vasculares.

- Celulites: As celulites não distinguem tipos de mulher, nem idade, nem estrutura física. Afeta as magrinhas e ou as cheinhas, jovens ou maduras da mesma forma. Mas, com a chegada da gravidez e as alterações hormonais que acontecem, a pele de laranja encontra um ambiente ideal para se desenvolver. O exercício, uma alimentação saudável, as massagens, e, após o parto, certos tratamentos de estética ajudam a melhorá-la, ainda que seja difícil eliminá-la por completo.

Marisol Nuevo

Redatora de Guiainfantil.com