Dançar estando grávida é possível?

Vilma Medina

Vilma Medina

Ir a um show e não deixar de se balançar ao ritmo da música ou ir a uma balada e dar liberdade aos seus pés ou praticar exercícios de dança ao som de suas músicas favoritas é um prazer em qualquer idade. Mas, a gente pode dançar estando grávida? É bom para o bebê que sua mamãe se movimente e agite seu corpo ao som da música? Em que situação não é recomendável a dança durante a gravidez?

Escute o seu corpo durante a dança 

Dançar durante a gravidez

Está muito claro que gravidez não é uma doença. Nós temos que nos cuidar, teremos nossas limitações, mas a vida não para. No entanto, na suavidade dos exercícios reside o equilíbrio para que a dança seja também um benefício para a mamãe e seu bebê. Dar pulos e saltos não é o mais recomendado na gestação, já que durante os três primeiros meses existe risco de desprendimento da placenta, e no último trimestre, o volume do útero é grande demais para você dar pulos.

Por outro lado, praticar 30 minutos de exercício aeróbico diariamente é uma das recomendações que mais os ginecologistas insistem, sobretudo quando se trata de caminhar ou de nadar, dois exercícios excelentes para praticar durante a gravidez. Os benefícios adicionais do exercício durante a gravidez são muitos: ajuda a aliviar o estresse, a desenvolver a resistência necessária diante do parto, reduz o risco do diabetes, melhora o trabalho cardiovascular e favorece o bom humor.

A melhor dança para praticar durante a gravidez é a dança árabe, por ser de baixo impacto e estar composta por passos suaves. Em qualquer tipo de dança que você praticar, deve ter muito cuidado com os giros, os saltos, e em geral com os movimentos bruscos. Comece a dançar suavemente, não deixe sua temperatura corporal subir muito e vigie sua postura para não lesionar suas costas com o peso do bebê. Exclua qualquer movimento que possa te fazer perder o equilíbrio porque as quedas são muito perigosas durante a gravidez e com o aumento do peso do seu corpo, o centro de gravidade não é o mesmo. Além disso, inclua sempre um aquecimento inicial antes da sessão de dança e beba muito líquido antes, durante e depois da dança. 

A dança te fará transpirar, por isso é necessário que tome muita água para repor o líquido perdido. No entanto, lembre-se de que você deve deixar de fazer qualquer atividade física, incluindo a dança, e consultar imediatamente o seu médico se perceber alguma perda de algum fluido, começar a sangrar, se sentir tonta, com náuseas ou faltar fôlego, sentir dor no abdômen ou no peito, tiver contrações ou não sente seu bebê se movimentar. 

Marisol Nuevo. Redatora

O uso de saltos altos durante a gravidez

O uso de saltos altos durante a gravidez

O uso de sapatos de salto alto, toda mulher sabe, levanta qualquer roupa. Mas, a grávida deve procurar outras opções durante a gestação e deixar esse ícone da beleza feminina para ocasiões especiais

Esportes recomendados na gravidez

Esportes recomendados na gravidez

Esporte durante a gravidez. Estudos recentes demonstram que o exercício e o esporte para as grávidas, com orientação médica, trazem muitos benefícios para a gestante e para o bebê, e melhoram a resposta do organismo ao parto e a recuperação pós-parto mais rápida.

Exercício físico combate a depressão antes e depois do parto

Exercício físico combate a depressão antes e depois do parto

O exercício físico moderado e regular durante as diferentes etapas da gravidez também pode reduzir o risco de sofrer depressão antes e depois do parto, de uma forma sadia e eficaz.

Os sonhos da mulher durante a gravidez

Os sonhos da mulher durante a gravidez

O que sonha a grávida. Conforme a gravidez avança, o sono também vai se transformando, e são muitas as mulheres que afirmam que sonham mais do que antes e que esses sonhos são mais vívidos, mais reais.

Por que muitas mulheres ficam mais bonitas na gravidez

Por que muitas mulheres ficam mais bonitas na gravidez

Como você está linda, radiante! Essa poderia ser uma das frases mais habituais que uma gestante pode escutar ao longo da gravidez. As alterações hormonais podem produzir incômodos, mas mudanças físicas evidentes que torneiam o corpo e potencializam aspectos como a luminosidade da pele, o brilho do cabelo ou peitos e lábios mais generosos.

0 comentarios