Dançar estando grávida é possível?

Vilma Medina Vilma Medina Diretora de Guiainfantil.com

Ir a um show e não deixar de se balançar ao ritmo da música ou ir a uma balada e dar liberdade aos seus pés ou praticar exercícios de dança ao som de suas músicas favoritas é um prazer em qualquer idade. Mas, a gente pode dançar estando grávida? É bom para o bebê que sua mamãe se movimente e agite seu corpo ao som da música? Em que situação não é recomendável a dança durante a gravidez?

Escute o seu corpo durante a dança 

Dançar durante a gravidez

Está muito claro que gravidez não é uma doença. Nós temos que nos cuidar, teremos nossas limitações, mas a vida não para. No entanto, na suavidade dos exercícios reside o equilíbrio para que a dança seja também um benefício para a mamãe e seu bebê. Dar pulos e saltos não é o mais recomendado na gestação, já que durante os três primeiros meses existe risco de desprendimento da placenta, e no último trimestre, o volume do útero é grande demais para você dar pulos.

Por outro lado, praticar 30 minutos de exercício aeróbico diariamente é uma das recomendações que mais os ginecologistas insistem, sobretudo quando se trata de caminhar ou de nadar, dois exercícios excelentes para praticar durante a gravidez. Os benefícios adicionais do exercício durante a gravidez são muitos: ajuda a aliviar o estresse, a desenvolver a resistência necessária diante do parto, reduz o risco do diabetes, melhora o trabalho cardiovascular e favorece o bom humor.

A melhor dança para praticar durante a gravidez é a dança árabe, por ser de baixo impacto e estar composta por passos suaves. Em qualquer tipo de dança que você praticar, deve ter muito cuidado com os giros, os saltos, e em geral com os movimentos bruscos. Comece a dançar suavemente, não deixe sua temperatura corporal subir muito e vigie sua postura para não lesionar suas costas com o peso do bebê. Exclua qualquer movimento que possa te fazer perder o equilíbrio porque as quedas são muito perigosas durante a gravidez e com o aumento do peso do seu corpo, o centro de gravidade não é o mesmo. Além disso, inclua sempre um aquecimento inicial antes da sessão de dança e beba muito líquido antes, durante e depois da dança. 

A dança te fará transpirar, por isso é necessário que tome muita água para repor o líquido perdido. No entanto, lembre-se de que você deve deixar de fazer qualquer atividade física, incluindo a dança, e consultar imediatamente o seu médico se perceber alguma perda de algum fluido, começar a sangrar, se sentir tonta, com náuseas ou faltar fôlego, sentir dor no abdômen ou no peito, tiver contrações ou não sente seu bebê se movimentar. 

Marisol Nuevo. Redatora